SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Visita

Novo delegado da Seccional, Norte Helio Bressan, visita o jornal Semanário da Zona Norte

Na terça-feira, dia 2 de março, o novo delegado da Seccional Norte, Helio Bressan, visitou o jornal Semanário da Zona Norte.

Novo delegado da Seccional, Norte Helio Bressan, visita o jornal Semanário da Zona Norte
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na ocasião, o delegado Bressan falou de sua trajetória profissional e destacou a importância da Polícia Civil para a população, as demandas que pretende implantar  frente à Seccional Norte e seus desafios, a parceria entre a comunidade e a Polícia Civil, o combate à violência nas grandes metrópoles, o aumento nos casos de feminicídios e maus tratos  contra os idosos no Brasil, como a Polícia Civil está enfrentando a pandemia de coronavírus, o que mudou no cotidiano das delegacias, e o  papel da imprensa, em especial as mídias regionais.

Para o diretor responsável do jornal Semanário da Zona Norte, João Carlos Dias, a visita do delegado Helio Bressan foi motivo de muito orgulho e satisfação.

"Foi com muita honra que nós do Semanário da Zona Norte recebemos a visita do novo delegado da Seccional Norte Helio Bressan, um profissional com currículo invejável pelos seus 35 anos de carreira. Bressan  já passou por várias Delegacias e Seccionais. Com certeza, uma larga experiência  no trabalho policial que ele vai trazer para a nossa Seccional Norte. Helio é um profissional altamente qualificado para exercer esta função, e acima de tudo, uma pessoa bem quista e querida na entidade devido ao seu trabalho no dia a dia. Conversando com o delegado, observamos claramente que ele dará um objetividade diferente ao trabalho da Seccional Norte, pois sua intenção é focar nos crimes de roubo, latrocínio e homicídio. Isso que dizer que teremos um trabalho de inteligência muito forte por parte da  Polícia Civil nesta gestão que está sendo implantada agora com o delegado Bressan. Com certeza, Bressan deixará juntamente com sua equipe  uma marca no trabalho indelével. Quem ganha é a Zona Norte, a população,  as autoridades e a Segurança Pública.  Desejamos muito sucesso a ele  e que Deus o abençoe e a todos também que trabalham consigo para colocar à frente o vosso trabalho que a comunidade tanto precisa.

Aproveito para parabenizar seu antecessor o delegado Marco Antonio de Paula pelo seu belíssimo trabalho frente à Seccional Norte. Um profissional com grande gabarito, pois possui 45 anos de Polícia Civil", concluiu João Carlos.

Acompanhe com exclusividade a íntegra da entrevista.

JSZN: Fale um pouco sobre sua carreira profissional e qual foi seu maior trabalho realizado na Polícia Civil?

Helio Bressan: Eu sou nascido e criado em São Paulo e, em 1986/87 ingressei na Policia Civil do Estado de São Paulo depois de ter advogado por aproximadamente 4 anos. A Policia Civil era uma paixão e eu tinha que nela ingressar. Comecei como delegado de polícia. Estagiei no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa e em seguida fui designado para uma cidade do interior paulista chamada Águas de Santa Bárbara onde fiquei por 5 anos e meio. Transferido para Piraju onde fiquei mais alguns anos e retornei para São Paulo. Na cidade de São Paulo fui plantonista no 74º, 21º, 10º e 16º Distritos Policiais. Guindado a delegado titular, assumi o 95º DP. Passei por mais alguns distritos na Zona Leste até que em 2003 fui ser titular do município de Barueri onde fiquei por 6 anos aproximadamente. Saí, voltei ao Decap para o 12º DP indo a depois para a Delegacia de Crimes Fazendários, Consumidor, Organização do Trabalho, DEIC, retornando a Barueri para ficar mais três anos. Promovido à Classe Especial em 2014 assumi a Divisão de Administração do Demacro, depois a Seccional de Santo André, a Seccional de São Matheus e atualmente assumi a 4ª Delegacia Seccional-Norte do Decap.  Essa é minha trajetória profissional.  Eu modestamente tenho vários bons trabalhos na carreira. Elucidações de homicídios, latrocínios, roubos e tráfico. Prefiro não citar nenhum como o maior ou mais importante. 

JSZN: Quais são as principais dificuldades enfrentadas pela Polícia Civil na cidade de São Paulo?

Helio Bressan: A Polícia Civil como toda e qualquer instituição tem dificuldades. O importante é que a gente encontre as maneiras de resolvê-las. Eu posso garantir que a esmagadora maioria dos policiais civis são pessoas de bem e que trabalham com afinco para dar à sociedade a proteção que ela merece. 

JSZN: Como a população pode ajudar a Polícia Civil ? A parceria entre a comunidade e a Polícia Civil é uma ferramenta importante para definir as estratégias de segurança e diminuir a criminalidade?

Helio Bressan: A população pode ajudar a Polícia Civil com informações, com indicações de locais onde existam problemas, a percepção de um homem que agride uma mulher, alguém que agride uma criança, um idoso. Nossa missão é proteger a sociedade. Esta parceria é de fundamental importância, a sociedade é estratégica para a solução de crimes. Precisamos e muito da sociedade. 

JSZN: Como combater a violência nas grandes metrópoles?

Helio Bressan: O combate à criminalidade passa hoje pela tecnologia. O implemento de novas tecnologias auxilia em muito o nosso trabalho que é elucidar crimes. 

JSZN: Uma mulher é morta a cada nove horas e de acordo com dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, os casos de feminicídio cresceram 1,9% no primeiro semestre de 2020 em relação a 2019. Como combater este tipo de violência contra a mulher?

Helio Bressan: O combate ao feminicídio não é tarefa fácil na medida em que, via de regra, o agressor está muito próximo da vítima quando não dentro da mesma casa. Isso dificulta. De qualquer sorte, já estabeleci critérios com a Delegada da 4ª DDM bem como com os demais delegados titulares para que nenhuma ocorrência fique sem pronto atendimento quando uma mulher pedir "socorro". Não podemos de forma alguma tolerar esta violência. A rigor, nenhuma, mas esta é por demais perversa na medida em que a mulher tem uma fragilidade maior. 

JSZN: Qual recomendação o Sr. deixa para as mulheres vítimas de violência?

Helio Bressan: A minha recomendação é que jamais deixem de comunicar qualquer tipo de violência de que tenham sido vítimas. Por menor que ela seja, nos avise. A identificação do acusado pode ajudar muito a diminuir e a inibir a prática. 

JSZN: O número de denúncias de violência e maus tratos  contra os idosos também cresceu no Brasil. Como denunciar os agressores?

Helio Bressan: A população sabe que existem vários números de telefones onde as denúncias contra idosos, crianças e mulheres podem ser feitas. Mas há uma Delegacia de Polícia em cada circunscrição. Procure o delegado titular destas unidades e conte a ele o que você viu e sabe. 

 

JSZN: Qual foi expectativa em assumir a Seccional Norte?

Helio Bressan: Eu vim de uma área periférica que é São Matheus, onde, confesso, que estava muito feliz. Lá há gente muito simples mas trabalhadora e de bom coração que precisa de nossa atenção. Gostei demais de trabalhar lá. Aqui temos uma realidade um pouco diferente. Temos zonas periféricas e zonas mais centrais. Recebi o convite do nosso diretor e do nosso delegado-geral com muita alegria e satisfação. Estou super entusiasmado, com muita vontade de trabalhar aqui porque é uma das melhores regiões de São Paulo. É uma honra incomensurável trabalhar na Zona Norte. Espero corresponder aos anseios com muito trabalho e dedicação. 

JSZN: Quais são os principais desafios da Seccional Norte no ano de 2021?

Helio Bressan: A Seccional Norte terá que produzir muito mais esclarecimentos de crimes. Estabeleceremos uma nova rotina. A investigação criminal é nossa prioridade, nosso carro-chefe. Isso se chama Policia Judiciária.

JSZN: O que a Polícia Civil teve de aprendizado neste primeiro ano de Covid?

Helio Bressan: Acredito que não só a Policia Civil mas todos nós indistintamente ainda estamos aprendendo com a pandemia.  Tem sido doloroso ver nossos companheiros serem levados por ela. Sob o ponto de vista profissional, aprendemos (embora já soubéssemos) que a tecnologia nos auxiliará em muito no nosso mister. 

JSZN: Houve aumento na criminalidade?

Helio Bressan: Alguns crimes cresceram, em especial os de violência doméstica por conta da pandemia. 

JSZN: Como a  Polícia Civil  define e lida com o que seriam aglomerações?

Helio Bressan: É preciso que a gente entenda como é que nosso país funciona. O brasileiro parece descrente e sempre acha que o problema não chegará nele. Mas estamos vendo que isso não é verdade. É preciso que nos cuidemos, que usemos máscaras, que usemos álcool em gel, e assim por diante. As aglomerações colocam em risco a vida de todo mundo, não só das pessoas que se aglomeram. Elas levarão para  as pessoas das suas famílias, para seus amigos e mesmo para pessoas que sequer conheçam. Proteção é apalavra chave junto com muito cuidado. 

JSZN: O que mudou no dia a dia das delegacias? Há atendimento ao público?

Helio Bressan: O que mudou no nosso dia a dia é que com a pandemia as pessoas passaram a usar muito mais a Delegacia Eletrônica. Isso ao meu ver foi bom. Evitou-se aglomerações nas Delegacias, os boletins ficaram mais ágeis. Vai melhorar muito mais, pode crer.

JSZN: Houve alguma alteração no boletim de ocorrência eletrônico? Como usar esta ferramenta?

Helio Bressan: Os boletins de ocorrência eletrônicos passaram a atender uma gama maior de crimes. Para utilizar a Delegacia Eletrônica é só entrar no site da Secretaria de Segurança Pública e acessar o link da Delegacia Eletrônica. 

JSZN: Qual a importância das mídias regionais em especial o Semanário da Zona Norte?

Helio Bressan: O Semanário da Zona Norte é um ícone jornalístico desta região da cidade. Sua importância é de clareza meridiana, acho imprescindível para todos nós que estamos nesta parte da cidade e até de exemplo para as outras partes. 

 

 

Comentários:

+ Lidas

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Semanário ZN no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar
Anunciante 039

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!