SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Editorial

Dengue

Editorial

Dengue
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O verão, que começa  em 21 de dezembro, marca o período mais crítico para a transmissão 
pelo mosquito Aedes aegypti.
Em meio à pandemia de coronavírus no Brasil, as autoridades de saúde pública alertam para o aumento de casos de dengue no país.
De acordo com levantamento da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o Brasil registrou cerca de 1,5 milhão de casos de dengue em 2020. E segundo o  Ministério da Saúde os números continuam crescendo em várias regiões.
A questão é que não podemos ignorar os cuidados necessários e os riscos causados pela doença. A forma mais eficaz de controlar a dengue é a prevenção. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.
A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Por isso, é importante combater o mosquito da dengue, fazendo limpeza adequada e não deixando água parada em pneus, vasos de plantas, garrafas, pneus ou outros recipientes que possam servir de reprodução do mosquito.
Todas as faixas etárias são igualmente suscetíveis, porém as pessoas mais idosas, têm maior probabilidade de desenvolver  a dengue grave.  A gravidade do caso aumenta quando a pessoa é portadora de alguma doença crônica, como diabetes e hipertensão.
É importante que a sociedade colabore  eliminando e tampando qualquer recipiente que contenha ou que possa conter água.
Apesar da falta de conscientização da sociedade, os especialistas em saúde alertam para  que as pessoas não confundam os sintomas da dengue com  os da Covid, pois ambas possuem sintomas em comum:  dor ao redor dos olhos, dor muscular, articular e de cabeça, enjoo e vômito. Apear dos sintomas serem parecidos, os profissionais da saúde afirmam que  a dengue não costuma causar sinais respiratórios.
Então, nesta pandemia  não se descuide! Evite o acúmulo de água  Previna-se contra a dengue. Além disso, seja consciente com seu lixo, deixando as latas sempre bem tampadas.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!