SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Curiosidades

Gratidão

u a conheci ainda pequeno, e passei a admirá-la quando passava pelas ruas

Gratidão
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Eu a conheci ainda pequeno, e passei a admirá-la quando passava pelas ruas do meu bairro cuidando e proporcionando segurança às pessoas. Mal sabia eu que alguns anos depois você me pegaria pelas mãos e me acolheria em teus braços. E foi assim, em 1985, me colocou num trem com destino a Bauru e me transmitiu os primeiros ensinamentos de como servir e proteger. Passados alguns meses me trouxe de volta à capital e me mostrou como era árdua, mas gratificante a missão a mim atribuída. Me deu um escudo, um capacete um cassetete e colocou à prova no controle de manifestações, de rebeliões na antiga Febem e na antiga Casa de Detenção. Cuidou de mim carinhosamente e fez com que eu estudasse e assim conquistei minha primeira promoção após mais alguns meses de estudo. Como recompensa me deste um cão, um companheiro que me ajudou na minha missão, com ele patrulhei, continuei controlando manifestações e rebeliões e juntos conhecemos também os campos de futebol, fiel e leal companheiro. Mas você me conduziu ao estudos novamente, desta feita para alçar voos mais altos, me abriu as portas da nossa “Casa Mãe”, nosso “Ninho das Águias Pardas”, confesso que não foi fácil, foram 5 anos e 8 meses de estudos e dedicação integral, me tiraste o cão, mas em compensação me deste o cavalo, companheiro com quem passei a patrulhar, com quem desfilei no 7 de setembro, nas formaturas, nas escoltas às autoridades, com quem até competi em provas hípicas e com quem me consolava nos momentos de dificuldade. Formado, conquistei minha tão almejada espada e novamente você me conduziu a um novo desafio. Fique triste por ter que deixar meu cavalo, mas você sabiamente me deu um caminhão de bombeiros, igualzinho àquele que eu brincava na minha infância, me ensinou a combater incêndios e salvar vidas. Me fez conhecer os céus e as profundezas do mar, me devolveu o cão, mas agora não o de patrulhamento, mas o de salvamento, missões diferentes mas o mesmo companheiro. Estudei, me aperfeiçoei e você mais uma vez me lançou um novo desafio, transmitir todo o aprendizado às novas gerações que você carinhosamente acolhia em teu seio, aprender foi bom demais, mas a oportunidade que tu me deste em ensinar, não tem preço. Mais uma promoção e tu me levaste para o interior de nosso Estado, me fazendo retornar à capital para estudar mais e me aperfeiçoar. Você me colocou à prova constantemente, deixei a viatura vermelha para retornar à viatura coral, me deste companheiros para conduzir e orientar pessoas, cidades para proteger novamente, e uma fração de tropa, mas que eu comandava com muito orgulho. Me fizeste estudar mais ainda, desta feita nosso mestrado, em consequência dele, nova promoção e nova missão, em seguida me encaminhou ao doutorado. Confiou a mim o comando de Unidades, as quais servi com orgulho e dedicação onde fiz incontáveis amizades e firmei laços eternos de camaradagem. Hoje me despeço de todos os irmãos que combateram comigo o bom combate, deixo meu legado com a certeza de que os mais jovens continuarão a honrar a ti. Uma palavra resume tudo que sinto nesse momento: GRATIDÃO. Obrigado por me dar uma vida, uma história e por realizar meus sonhos nesses quase 34 anos em que me guiou, me orientou, me fez crescer profissionalmente e como pessoa, e onde proveu meu sustento e de minha família. Tudo o que sou e tenho devo a você. Obrigado minha querida e amada POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO, enquanto um coração ainda bater nesse peito, conte sempre com este Soldado.

Comentários:

+ Lidas

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Semanário ZN no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar
Anunciante 039

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!