SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Faculdade Integral Cantareira realiza júri simulado no TJSP

Objetivo é aproximar estudantes da prática jurídica

O tradicional Salão do Júri, localizado no segundo andar do Palácio da Justiça, recebeu no dia 26 de outubro alunos e professores da Faculdade Integral Cantareira para a realização de um júri simulado. A atividade permite aos alunos colocar em prática os conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas, além de terem a oportunidade de desenvolver a oratória, entre outros benefícios. Os estudantes representaram os promotores, advogados, jurados, réu, serventuários e escolta policial.

        A simulação foi baseada em um caso real, em que o réu era acusado por tentativa de homicídio, pois teria disparado cinco vezes contra um rapaz. A defesa foi representada por alunos do quinto ano e a acusação, por alunos do quarto ano. Após a apresentação das teses, os jurados absolveram o réu por unanimidade. Os responsáveis pela organização da atividade foram o coordenador do curso de Direito, professor José Guida Neto, e a professora Cristiane Caetano Simões, que também atuou como juíza no júri simulado.

        Cristiane ressaltou que há sete anos o evento é realizado pela instituição e sempre é muito aguardado pelos alunos. Kate do Nascimento, aluna do quinto ano, afirmou: “Participar do júri simulado aumenta minha vontade de buscar Justiça. A prática faz com que eu me sinta mais completa e me estimula a seguir como defensora”.

        Os júris simulados e as visitas monitoradas que ocorrem no Palácio da Justiça são agendados pela Diretoria de Relações Institucionais pelo telefone (11) 3117-2596.

 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Faculdade Integral Cantareira realiza júri simulado no TJSP

O tradicional Salão do Júri, localizado no segundo andar do Palácio da Justiça, recebeu no dia 26 de outubro alunos e professores da Faculdade Integral Cantareira para a realização de um júri simulado. A atividade permite aos alunos colocar em prática os conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas, além de terem a oportunidade de desenvolver a oratória, entre outros benefícios. Os estudantes representaram os promotores, advogados, jurados, réu, serventuários e escolta policial.

        A simulação foi baseada em um caso real, em que o réu era acusado por tentativa de homicídio, pois teria disparado cinco vezes contra um rapaz. A defesa foi representada por alunos do quinto ano e a acusação, por alunos do quarto ano. Após a apresentação das teses, os jurados absolveram o réu por unanimidade. Os responsáveis pela organização da atividade foram o coordenador do curso de Direito, professor José Guida Neto, e a professora Cristiane Caetano Simões, que também atuou como juíza no júri simulado.

        Cristiane ressaltou que há sete anos o evento é realizado pela instituição e sempre é muito aguardado pelos alunos. Kate do Nascimento, aluna do quinto ano, afirmou: “Participar do júri simulado aumenta minha vontade de buscar Justiça. A prática faz com que eu me sinta mais completa e me estimula a seguir como defensora”.

        Os júris simulados e as visitas monitoradas que ocorrem no Palácio da Justiça são agendados pela Diretoria de Relações Institucionais pelo telefone (11) 3117-2596.

 

Publicidade