SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

CIC promove Jornada da Cidadania na Brasilândia

O Centro de Integração da Cidadania (CIC), unidades Oeste e Norte

O Centro de Integração da Cidadania (CIC), unidades Oeste e Norte, promoveram neste sábado (30) mais uma edição da Jornada da Cidadania, realizada das 10h às 16h, na Casa da Cultura, localizada na Praça Benedicta Cavalheiro, s/nº, no bairro da Brasilândia, zona Norte da capital.

A ação, que reuniu mais de 1.000 pessoas, teve como objetivo promover atividades e serviços gratuitos que possibilitem melhoria na qualidade de vida da comunidade local e estimulem a integração e inclusão social.

“A ação beneficiou os moradores que residem distante dos órgãos públicos. A população teve acesso aos serviços gratuitos sem que para isso fosse necessário sair de seus bairros ou faltar ao trabalho. Esse é o nosso compromisso efetivo em defesa dos direitos básicos”, salientou a diretora do CIC Oeste, Edilaine de Oliveira Daniel.

A diretora do CIC Norte, Denise da Conceição da Silva Avarese, celebrou o resultado da iniciativa. “Foi um dia muito especial e gratificante. Conseguimos atingir nosso objetivo, levando prestação de serviços e entretenimento para uma comunidade que é considerada de alta vulnerabilidade social.”

A iniciativa ofereceu, gratuitamente, serviços de emissão de 1ª via de RG, com 59 registros emitidos; e 2º via de certidão de nascimento, de casamento e de óbito, somando 20 documentos.

A menina Gigi, de 2 anos, filha da Bárbara de Oliveira da Silva, foi com os pais até a Casa da Cultura para solicitar o RG. “Fui atendida muito rápido, ganhei tempo e gostei do serviço, excelente”, afirmou a mãe da pequena cidadã.

Já o educador físico Ivan Pereira do Nascimento, 38 anos e pai de três filhos, disse que o dia rendeu. “Dois tiraram o RG e um, a Carteira de Trabalho. Fizemos muita coisa sem precisar sair do nosso bairro.”

Os moradores também puderam solicitar a emissão da Carteira de Identidade – RG – para menores de 18 anos, acompanhados pelos pais ou responsáveis legais. O serviço atendeu 59 moradores do entorno.

A Jornada da Cidadania contou, ainda, com a participação do Centro de Apoio ao Trabalhador (CAT), que atendeu 141 pessoas, cadastrou 88 delas para vagas de emprego, e encaminhou 15 para processo seletivo de oportunidades oferecidas por empresas privadas que encaminham solicitações de mão de obra para o CIC.

Vanessa Bezerra, 28 anos, está desempregada e saiu com encaminhamento para uma entrevista. “O atendimento foi maravilhoso. Apareceu uma ótima oportunidade para mim. Estou com esperança de ter um bom emprego e uma vida melhor”, comemorou.

O mesmo aconteceu com Cauã Lourenco da Silva, de 18 anos. “Já tenho uma entrevista agendada para segunda-feira. Um emprego muda tudo. Vou poder ajudar a minha mãe”, esclareceu, esperançoso.

Para os cidadãos que não possuíam Carteira Profissional, uma equipe esteve à disposição e emitiu 44 documentos (primeira via), 11 segundas vias e 3 alterações.

O Procon Móvel, mais um serviço oferecido durante o evento, registrou 30 reclamações contra fornecedores, além de inúmeras orientações sobre defesa do consumidor, endividamento e consumo responsável.

Paula Araújo, do lar, 43 anos, chegou com muitas dúvidas: uma dívida com cartão de crédito e uma conta de água com valores que ela não reconhece ter gasto. Paula foi orientada sobre como proceder para resolver as questões, bem como a participar do programa Apoio ao Superendividado. “A orientação me ajudou. Nem sabia que eu podia acessar o Procon pelo site. O funcionário me apresentou caminhos e agora vou buscar”, afirmou.

Já o Sebrae Móvel contou com profissionais capacitados que orientaram os cidadãos sobre o Regime de Formalização pelo MEI (Microempreendedor Individual), tirando dúvidas sobre o processo para a abertura de empresa, planejamento de um novo negócio e gestão.

Na ocasião, 21 pessoas tiveram acesso à orientação jurídica por meio da Defensoria Pública.

Em parceria com a Espro - Ensino Social Profissionalizante, foram oferecidos orientação sobre cursos gratuitos e oficinas de geração de renda e encaminhamento de jovens para vagas de aprendizes: 84 jovens foram inscritos nos cursos profissionalizantes e 123 cadastrados no Jovem Aprendiz.

Sueli Passos, 53 anos, auxiliar de limpeza, levou o filho Gabriel, de 16 anos, para efetuar cadastro para cursos e vaga para jovem aprendiz. “Minha expectativa é grande, vou poder comprar minhas coisas com o meu dinheiro”, conta Gabriel.

O jovem Natan de Aquino Oliveira, de 14 anos, tem o mesmo objetivo. Acompanhado da mãe, Maria de Lourdes de Aquino, 34 anos, o rapaz recebeu a primeira Carteira Profissional e seguiu para o atendimento com a equipe da ESPRO.

Na área da saúde, profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Progresso estiveram à disposição para aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientação sobre DST/AIDS, teste rápido de HIV e distribuição de preservativos.

Os adultos tiveram, ainda, serviços de beleza: foram 137 cortes de cabelo, barbearia (81) e maquiagem (25) oferecidos pelo Instituto Embelleze.

Michele Regina Melo, recepcionista, de 33 anos, exibiu um corte de cabelo moderno e comemorou. “Meu esposo recebeu encaminhamento do CAT e minhas filhas se divertiram. Esses eventos são muito importantes para um povo tão sofrido. Me trouxe autoestima e esperança”, testemunhou.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

CIC promove Jornada da Cidadania na Brasilândia

O Centro de Integração da Cidadania (CIC), unidades Oeste e Norte, promoveram neste sábado (30) mais uma edição da Jornada da Cidadania, realizada das 10h às 16h, na Casa da Cultura, localizada na Praça Benedicta Cavalheiro, s/nº, no bairro da Brasilândia, zona Norte da capital.

A ação, que reuniu mais de 1.000 pessoas, teve como objetivo promover atividades e serviços gratuitos que possibilitem melhoria na qualidade de vida da comunidade local e estimulem a integração e inclusão social.

“A ação beneficiou os moradores que residem distante dos órgãos públicos. A população teve acesso aos serviços gratuitos sem que para isso fosse necessário sair de seus bairros ou faltar ao trabalho. Esse é o nosso compromisso efetivo em defesa dos direitos básicos”, salientou a diretora do CIC Oeste, Edilaine de Oliveira Daniel.

A diretora do CIC Norte, Denise da Conceição da Silva Avarese, celebrou o resultado da iniciativa. “Foi um dia muito especial e gratificante. Conseguimos atingir nosso objetivo, levando prestação de serviços e entretenimento para uma comunidade que é considerada de alta vulnerabilidade social.”

A iniciativa ofereceu, gratuitamente, serviços de emissão de 1ª via de RG, com 59 registros emitidos; e 2º via de certidão de nascimento, de casamento e de óbito, somando 20 documentos.

A menina Gigi, de 2 anos, filha da Bárbara de Oliveira da Silva, foi com os pais até a Casa da Cultura para solicitar o RG. “Fui atendida muito rápido, ganhei tempo e gostei do serviço, excelente”, afirmou a mãe da pequena cidadã.

Já o educador físico Ivan Pereira do Nascimento, 38 anos e pai de três filhos, disse que o dia rendeu. “Dois tiraram o RG e um, a Carteira de Trabalho. Fizemos muita coisa sem precisar sair do nosso bairro.”

Os moradores também puderam solicitar a emissão da Carteira de Identidade – RG – para menores de 18 anos, acompanhados pelos pais ou responsáveis legais. O serviço atendeu 59 moradores do entorno.

A Jornada da Cidadania contou, ainda, com a participação do Centro de Apoio ao Trabalhador (CAT), que atendeu 141 pessoas, cadastrou 88 delas para vagas de emprego, e encaminhou 15 para processo seletivo de oportunidades oferecidas por empresas privadas que encaminham solicitações de mão de obra para o CIC.

Vanessa Bezerra, 28 anos, está desempregada e saiu com encaminhamento para uma entrevista. “O atendimento foi maravilhoso. Apareceu uma ótima oportunidade para mim. Estou com esperança de ter um bom emprego e uma vida melhor”, comemorou.

O mesmo aconteceu com Cauã Lourenco da Silva, de 18 anos. “Já tenho uma entrevista agendada para segunda-feira. Um emprego muda tudo. Vou poder ajudar a minha mãe”, esclareceu, esperançoso.

Para os cidadãos que não possuíam Carteira Profissional, uma equipe esteve à disposição e emitiu 44 documentos (primeira via), 11 segundas vias e 3 alterações.

O Procon Móvel, mais um serviço oferecido durante o evento, registrou 30 reclamações contra fornecedores, além de inúmeras orientações sobre defesa do consumidor, endividamento e consumo responsável.

Paula Araújo, do lar, 43 anos, chegou com muitas dúvidas: uma dívida com cartão de crédito e uma conta de água com valores que ela não reconhece ter gasto. Paula foi orientada sobre como proceder para resolver as questões, bem como a participar do programa Apoio ao Superendividado. “A orientação me ajudou. Nem sabia que eu podia acessar o Procon pelo site. O funcionário me apresentou caminhos e agora vou buscar”, afirmou.

Já o Sebrae Móvel contou com profissionais capacitados que orientaram os cidadãos sobre o Regime de Formalização pelo MEI (Microempreendedor Individual), tirando dúvidas sobre o processo para a abertura de empresa, planejamento de um novo negócio e gestão.

Na ocasião, 21 pessoas tiveram acesso à orientação jurídica por meio da Defensoria Pública.

Em parceria com a Espro - Ensino Social Profissionalizante, foram oferecidos orientação sobre cursos gratuitos e oficinas de geração de renda e encaminhamento de jovens para vagas de aprendizes: 84 jovens foram inscritos nos cursos profissionalizantes e 123 cadastrados no Jovem Aprendiz.

Sueli Passos, 53 anos, auxiliar de limpeza, levou o filho Gabriel, de 16 anos, para efetuar cadastro para cursos e vaga para jovem aprendiz. “Minha expectativa é grande, vou poder comprar minhas coisas com o meu dinheiro”, conta Gabriel.

O jovem Natan de Aquino Oliveira, de 14 anos, tem o mesmo objetivo. Acompanhado da mãe, Maria de Lourdes de Aquino, 34 anos, o rapaz recebeu a primeira Carteira Profissional e seguiu para o atendimento com a equipe da ESPRO.

Na área da saúde, profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Progresso estiveram à disposição para aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientação sobre DST/AIDS, teste rápido de HIV e distribuição de preservativos.

Os adultos tiveram, ainda, serviços de beleza: foram 137 cortes de cabelo, barbearia (81) e maquiagem (25) oferecidos pelo Instituto Embelleze.

Michele Regina Melo, recepcionista, de 33 anos, exibiu um corte de cabelo moderno e comemorou. “Meu esposo recebeu encaminhamento do CAT e minhas filhas se divertiram. Esses eventos são muito importantes para um povo tão sofrido. Me trouxe autoestima e esperança”, testemunhou.

Publicidade