SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Vamos fortalecer nosso cérebro

É fundamental para nossa vida a qualidade de nossa saúde mental

É fundamental para nossa vida a qualidade de nossa saúde mental, porque é primordial que nós nos desenvolvamos por completo, estando bem nas áreas biológica, psíquica, social, mental e espiritual!  Portanto usando as plantas medicinais corretas, dentro do quadro de uma alimentação saudável e âmbito físico, no seu bem estar como no que diz respeito ao campo mental, é primordial uma boa alimentação que se traduza em uma refeição equilibrada, que contenha grupos alimentares como: carboidratos, proteínas, fibras, vitaminas, minerais e gorduras boas, sendo que na Terceira Idade é necessário ficar atento ao que se come ainda mais. Tais plantas e suas combinações diárias são ricas em nutrientes essenciais para melhorar a memória, combater a ansiedade e até mesmo a depressão! Vamos ver algumas espécies: - Nogueira (Juglans regia): é mais aconselhável consumi-las em pequenas quantidades, 1 ou 2 por dia, e podem ser misturadas com flocos de aveia no café da manhã, por exemplo. É sudorífera, purgativa, ótima para diabetes. Conhecida também como nogueira – pecã, trata-se de uma árvore natural da Europa e da Ásia e se adaptou bem ao Brasil. Seus frutos, as nozes, como os das outras amêndoas oleaginosas, é rico em vitamina E e algumas do complexo B (principalmente B1,B2 e B5) além de ferro, fósforo e proteínas. O fruto da nogueira é tônico, diminui as taxas de glicose e de ácido úrico e combate parasitas intestinais (tênias). Têm as folhas propriedades anti-inflamatórias e as cascas usadas em cosmética e contra vermes. - Receita à base de nozes: - Cicatrizante de feridas: esmague folhas frescas numa gaze. Aplique-a nos locais afetados, renovando de 4 em 4 horas. Castanha-do-pará (Bertholletia  excelsa): trata-se de uma das árvores mais importantes e valiosas da Floresta Amazônica, a castanheira-do-pará ou castanheira-do-brasil, pertence à família das lecitidáceas, a mesma do sapoti e do jequitibá gigante da Mata Atlântica. Tal planta medicinal é valiosa, preciosa e energética indicada para esportistas, gestantes, nas quais aumenta a produção de leite e convalescentes. A polpa da castanha-do-pará e seu óleo contém altas quantidades de vitaminas E e B1, além de tiamina, riboflavina e niacina, sais minerais como fósforo e proteínas nobres.  Receita à base de castanha-do-pará: - Leite de castanhas-do-pará para tirar manchas da pele: fatie 1 xicara (chá) de castanhas-do-pará e bata no liquidificador com ½ litro de água quente. Tampe, deixe amornar, coe e aplique sobre as manchas, com gaze ou pedaço de algodão. – Laranja (Citrus aurantium variedade dulcis) – os frutos, folhas, e flores da laranjeira contêm propriedades medicinais. As flores são calmantes, levemente hipnóticas e sedativas. As cascas dos frutos são estimulantes. As folhas atuam no aparelho digestivo, combatendo dispepsia, flatulência e espasmos. O suco dos frutos, como já mencionei anteriormente fortalece o sistema imunológico, pois contém vitamina C e é diurético. A laranja também, além da vitamina C contém os fitoquimicos flavonoides, cálcio, beneficiando o funcionamento do sistema nervoso. Suas folhas, para quem não sabe, preparadas em forma de chá, possuem propriedades calmantes sendo indicada para pessoas que sofrem com insônia. É anticancerígeno. – Receitas à base de laranja: - Suco anticolesterol: bata 1/3 de berinjela  crua no liquidificador com 1 copo de suco de laranja. Tome todas as manhãs. A laranja reforça a ação de um ingrediente anticolesterol contido na berinjela. – Chá calmante: despeje água fervente sobre 2 folhas picadas e 4 flores inteiras, frescas ou secas. Tampe e deixe amornar. Tome à noite, antes de dormir. O chá só de flores pode ser dado a crianças com insônia. Importante: não faça uso destas plantas medicinais sem antes consultar o médico. Ótima semana a todos, muitas felicidades e saúde e fiquem com Deus !

Katia Schmidt, Bióloga – Especialista em Plantas Medicinais

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Vamos fortalecer nosso cérebro

É fundamental para nossa vida a qualidade de nossa saúde mental, porque é primordial que nós nos desenvolvamos por completo, estando bem nas áreas biológica, psíquica, social, mental e espiritual!  Portanto usando as plantas medicinais corretas, dentro do quadro de uma alimentação saudável e âmbito físico, no seu bem estar como no que diz respeito ao campo mental, é primordial uma boa alimentação que se traduza em uma refeição equilibrada, que contenha grupos alimentares como: carboidratos, proteínas, fibras, vitaminas, minerais e gorduras boas, sendo que na Terceira Idade é necessário ficar atento ao que se come ainda mais. Tais plantas e suas combinações diárias são ricas em nutrientes essenciais para melhorar a memória, combater a ansiedade e até mesmo a depressão! Vamos ver algumas espécies: - Nogueira (Juglans regia): é mais aconselhável consumi-las em pequenas quantidades, 1 ou 2 por dia, e podem ser misturadas com flocos de aveia no café da manhã, por exemplo. É sudorífera, purgativa, ótima para diabetes. Conhecida também como nogueira – pecã, trata-se de uma árvore natural da Europa e da Ásia e se adaptou bem ao Brasil. Seus frutos, as nozes, como os das outras amêndoas oleaginosas, é rico em vitamina E e algumas do complexo B (principalmente B1,B2 e B5) além de ferro, fósforo e proteínas. O fruto da nogueira é tônico, diminui as taxas de glicose e de ácido úrico e combate parasitas intestinais (tênias). Têm as folhas propriedades anti-inflamatórias e as cascas usadas em cosmética e contra vermes. - Receita à base de nozes: - Cicatrizante de feridas: esmague folhas frescas numa gaze. Aplique-a nos locais afetados, renovando de 4 em 4 horas. Castanha-do-pará (Bertholletia  excelsa): trata-se de uma das árvores mais importantes e valiosas da Floresta Amazônica, a castanheira-do-pará ou castanheira-do-brasil, pertence à família das lecitidáceas, a mesma do sapoti e do jequitibá gigante da Mata Atlântica. Tal planta medicinal é valiosa, preciosa e energética indicada para esportistas, gestantes, nas quais aumenta a produção de leite e convalescentes. A polpa da castanha-do-pará e seu óleo contém altas quantidades de vitaminas E e B1, além de tiamina, riboflavina e niacina, sais minerais como fósforo e proteínas nobres.  Receita à base de castanha-do-pará: - Leite de castanhas-do-pará para tirar manchas da pele: fatie 1 xicara (chá) de castanhas-do-pará e bata no liquidificador com ½ litro de água quente. Tampe, deixe amornar, coe e aplique sobre as manchas, com gaze ou pedaço de algodão. – Laranja (Citrus aurantium variedade dulcis) – os frutos, folhas, e flores da laranjeira contêm propriedades medicinais. As flores são calmantes, levemente hipnóticas e sedativas. As cascas dos frutos são estimulantes. As folhas atuam no aparelho digestivo, combatendo dispepsia, flatulência e espasmos. O suco dos frutos, como já mencionei anteriormente fortalece o sistema imunológico, pois contém vitamina C e é diurético. A laranja também, além da vitamina C contém os fitoquimicos flavonoides, cálcio, beneficiando o funcionamento do sistema nervoso. Suas folhas, para quem não sabe, preparadas em forma de chá, possuem propriedades calmantes sendo indicada para pessoas que sofrem com insônia. É anticancerígeno. – Receitas à base de laranja: - Suco anticolesterol: bata 1/3 de berinjela  crua no liquidificador com 1 copo de suco de laranja. Tome todas as manhãs. A laranja reforça a ação de um ingrediente anticolesterol contido na berinjela. – Chá calmante: despeje água fervente sobre 2 folhas picadas e 4 flores inteiras, frescas ou secas. Tampe e deixe amornar. Tome à noite, antes de dormir. O chá só de flores pode ser dado a crianças com insônia. Importante: não faça uso destas plantas medicinais sem antes consultar o médico. Ótima semana a todos, muitas felicidades e saúde e fiquem com Deus !

Katia Schmidt, Bióloga – Especialista em Plantas Medicinais

Publicidade