SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

TRE-SP diploma Major Mauro como deputado estadual

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) diplomou na quinta-feira

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) diplomou na quinta-feira, dia 28 de fevereiro em sessão plenária, Mauro Alves dos Santos Júnior, o Major Mauro (Partido da República), como deputado estadual. O candidato foi eleito para o cargo após o indeferimento de registro de Antonio Dirceu Dalben.

Dalben havia sido eleito pelo quociente partidário no pleito de 2018, com 79.564 votos, e chegou a ser diplomado pela Justiça Eleitoral, em dezembro passado. Porém, após recurso apresentado pelo Ministério Público, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu o registro de sua candidatura. A impugnação foi motivada pela condenação do candidato por ato doloso de improbidade administrativa, durante mandato como prefeito do município de Sumaré.

Com a decisão, o TRE-SP realizou retotalização, e os votos nominais recebidos por Dalben foram reaproveitados para a legenda. Assim, o cargo ficou para o primeiro suplente do PR, Major Mauro, que somou 40.034 votos. Nesta quinta, ele recebeu o diploma das mãos do presidente do Tribunal, des. Carlos Eduardo Cauduro Padin.

A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. A cerimônia oficial de diplomação, reunindo os eleitos aos cargos de deputado estadual, deputado federal, senador e governador do Estado, ocorreu em 18 de dezembro, na Sala São Paulo.

 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

TRE-SP diploma Major Mauro como deputado estadual

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) diplomou na quinta-feira, dia 28 de fevereiro em sessão plenária, Mauro Alves dos Santos Júnior, o Major Mauro (Partido da República), como deputado estadual. O candidato foi eleito para o cargo após o indeferimento de registro de Antonio Dirceu Dalben.

Dalben havia sido eleito pelo quociente partidário no pleito de 2018, com 79.564 votos, e chegou a ser diplomado pela Justiça Eleitoral, em dezembro passado. Porém, após recurso apresentado pelo Ministério Público, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu o registro de sua candidatura. A impugnação foi motivada pela condenação do candidato por ato doloso de improbidade administrativa, durante mandato como prefeito do município de Sumaré.

Com a decisão, o TRE-SP realizou retotalização, e os votos nominais recebidos por Dalben foram reaproveitados para a legenda. Assim, o cargo ficou para o primeiro suplente do PR, Major Mauro, que somou 40.034 votos. Nesta quinta, ele recebeu o diploma das mãos do presidente do Tribunal, des. Carlos Eduardo Cauduro Padin.

A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. A cerimônia oficial de diplomação, reunindo os eleitos aos cargos de deputado estadual, deputado federal, senador e governador do Estado, ocorreu em 18 de dezembro, na Sala São Paulo.

 

Publicidade