SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme, Dário Barreto, visita o jornal Semanário da Zona Norte

Na tarde de segunda-feira, dia 3 de setembro, o subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme

Na tarde de segunda-feira, dia 3 de setembro, o subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme esteve na sede do jornal, em visita informal.

Na ocasião, foram debatidos diversos assuntos relacionados à região bem como o balanço de sua gestão, investimentos para o próximo ano, a importância da parceria entre empresários da região, o recapeamento e sinalização das principais vias que compreendem o território, o plano de ação voltado para o combate à dengue na região, a parceria entre o órgão e a Polícia Militar do Estado de São Paulo para acabar com os pancadões na região, e sobretudo o aniversário de 106 anos da Vila Guilherme a ser comemorado no dia 12 de setembro.  

Dario Barreto também parabenizou o jornal pela doação e plantio de mudas de plantas na junção das ruas Ida da Silva, Imperador e Catarina Camacho, primeiro veículo de comunicação a tomar este tipo de atitude na região. 

Confira a entrevista do subprefeito Dário José Barreto ao jornal Semanário da Zona Norte.

JSZN: Conte-nos um pouco sobre a sua vida, formação, até a sua chegada à Prefeitura de São Paulo.

Dário Barreto: Minha formação profissional é advogado, sou também corretor de imóveis, empresário do setor imobiliário. Trabalhei durante 20 anos na área jurídica e 15 com escritório imobiliário na Vila Maria e no final de 2016, fui convidado para ser subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme. Desde o dia 1º de janeiro de 2017 venho exercendo o cargo na prefeitura regional, hoje subprefeitura.   

JSZN: Quais foram as principais ações realizadas pela Subprefeitura da Vila Maria/Vila Guilherme durante a sua gestão?

Dário Barreto: A atribuição principal da subprefeitura é cuidar da zeladoria, lógico que nunca deixamos de lado a moradia, cultura, esporte e saúde. Mesmo não sendo oficialmente da nossa pasta, é na subprefeitura onde chegam as demandas, ou seja, somos a porta de entrada das solicitações dos munícipes. As principais ações, além da zeladoria, foram tentar parcerias com empresários e a iniciativa privada para adoção de praças e recuperação de equipamentos esportivos. Por exemplo, existe no Parque do Trote uma licitação em aberto para a concessão do espaço. Estamos sempre atentos com essas parcerias e com tudo o que acontece no território, mesmo não sendo diretamente ligado à nossa pasta.  A questão da zeladoria é atribuição primordial da subprefeitura, onde estamos engajados e tentando cada vez mais melhorar.

JSZN: Quais são as principais reivindicações da população?

Dário Barreto: As principais reivindicações apresentadas pela população são problemas relacionados ao barulho e descarte irregular de lixo. Além dos bares e bailes funks, o grande problema da região são os pancadões. Temos um problema crônico que é na Rua Tenente Amaro, no Parque Novo Mundo, e no Jardim Julieta, no Terminal de Cargas, mas em conjunto com a Polícia Militar tentamos sempre estar antecipando as ações. É necessário coibir o comércio irregular, a Prefeitura, juntamente com a Polícia Militar, tenta ocupar o espaço antes para que não ocorram os eventos. Há muitas comunidades nessa situação, tentamos mapear esses locais e implantar ações conjuntas com a PM e a comunidade local para evitar que ocorra o problema.

JSZN: Como conscientizar a população?

Dário Barreto: Nós pedimos à nova empresa de limpeza urbana contratada, ações mais fortes na questão da conscientização. Muitas vezes o munícipe não sabe que o lixo descartado está sendo jogado de forma irregular na rua.  Ele não tem consciência de que o material descartado, seja um móvel ou restos de uma obra, pode ir para a rua atrás da casa dele  ou parar num ponto viciado de descarte. A conscientização é, se você vai descartar seu lixo, leve o material a um ecoponto mais próximo ou tente contratar alguém que vai realmente seguir com esse material para um local regular. Nós temos três ecopontos, um em cada distrito, Vila Maria, Vila Guilherme e Vila Medeiros.   

JSZN: A Prefeitura possui alguma ação no sentido de aumentar a coleta de lixo reciclável, pois hoje temos uma grande carência?

Dário Barreto: Nós estamos com a AMLURB-Autoridade Municipal de Limpeza Urbana – e estamos tentando implementar o descarte reciclável de materiais de construção civil, o local deve ser na Vila Maria.  

JSZN: E quanto às vias preferenciais da Vila Maria e Vila Guilherme? Elas serão sinalizadas da mesma forma que foi sinalizada a Avenida Curuça?

Dário Barreto: A Rua Curuça entrou no programa de recapeamento da Prefeitura. Nós recapeamos as ruas Padre Saboia de Medeiros e  Gustavo Adolfo, na Vila Medeiros, a Rua Henrique Felipe da Costa, na Vila Guilherme e  recapeamos e sinalizamos a Rua Curuça, na Vila Maria.  As próximas ruas a serem  recapeadas e sinalizadas serão a Maria Cândida e a Chico Pontes. A previsão é para os próximos dias.

JSZN: Quais são os planos de investimentos para o próximo ano na Subprefeitura Vila Maria/Vila Guilherme?

Dário Barreto: O orçamento é votado no mês de outubro e os investimentos serão praticamente os mesmos do ano passado. Estamos buscando para a nossa região emendas parlamentares, já solicitamos a alguns vereadores.  Hoje, temos na Vila Maria, em torno de 1,5 milhão a 2 milhões de reais em emendas parlamentares, espero que nos próximos anos os vereadores possam indicar o nosso território para que venha mais recursos, em especial para limpeza de córregos e recuperação de praças.

JSZN: Qual a importância da parceria com os empresários da região para manter os pontos viciados em paisagens diferenciadas? O que fazer?

Dário Barreto: Nós temos alguns pontos que são rotatórias e viram locais de descarte de lixos. Conseguimos com um setor de transporte que nos ajudou com algumas rotatórias, foram cinco revitalizadas. Empresários da região também estão interessados nessa revitalização em rotatórias, além do programa de praças, temos 34 adotadas e mais alguns processos em andamento na subprefeitura. Essa parceria é fundamental para o desenvolvimento da cidade e o retorno desses empresários é quanto à publicidade que eles têm na praça.

JSZN: Um dos grandes problemas da população durante o verão é a dengue. Algum plano de ação que a Subprefeitura da Vila Maria/Vila Guilherme está preparando para esta época do ano?

Dário Barreto: Estamos com o Comitê da Dengue que envolve não só a subprefeitura mas também a Supervisão de Vigilância Sanitária e a Secretaria Municipal da Saúde, ou seja, várias secretarias. Já estamos com várias ações sendo desenvolvidas pela Vigilância Sanitária em combate ao mosquito da dengue e os escorpiões. No ano passado, tivemos 16 casos de dengue enquanto que em 2016 teve 5 mil. Temos que continuar esse trabalho para que não tenhamos foco de dengue no nosso território. É de extrema importância a conscientização porque o foco está sempre naquele vaso de planta, num pneu ou resto de material de construção instalado no quintal do morador. É muito importante, inclusive com relação aos  escorpiões, devemos estar sempre atentos à limpeza no interior das residências.

JSZN: No dia 12 de setembro, a Vila Guilherme completa 106 anos de fundação, qual mensagem o Sr. deixa para os munícipes da região?

Dário Barreto: É sempre uma satisfação e alegria fazer parte desta gestão e deste território da Vila Guilherme, bairro tradicional, pujante e estratégico aqui na cidade de São Paulo. Um bairro que tem história, os moradores são enraizados na Vila Guilherme. Locais históricos como o Casarão da Vila Guilherme, a Praça Oscar da Silva e a Avenida Joaquina Ramalho. A Vila Guilherme possui grandes centros comerciais como o Shopping Center Norte que ajudou no desenvolvimento da região. O bairro faz parte da história da cidade de São Paulo.   

JSZN: Qual a importância de um veículo de comunicação voltado para o bairro, como é o Semanário, divulgar as ações da subprefeitura?

Dário Barreto: Eu sempre tive uma boa relação  com a imprensa, principalmente com a mídia local. E o jornal Semanário da Zona Norte, é um veículo de apoio ao cidadão, uma porta aberta para que cheguem as demandas e as soluções. Temos uma relação de amigo e muito próxima com todos os veículos de comunicação da Zona Norte, em especial com o jornal Semanário através do seu diretor João Carlos Dias que tem me ajudado muito, divulgado o trabalho da subprefeitura. Ele me orienta em diversas questões tais como situações e problemas que já existem há muito tempo.

O Semanário tem sido um parceiro da Subprefeitura Vila Maria/Vila Guilherme, agradeço essa parceria, não só ao João Carlos, mas também a toda sua equipe que tem me ajudado com o trabalho. O ideal do jornal é a atribuição dele como veículo de comunicação, de trazer melhoria para a população, em especial na região onde ele atua, tenho que agradecer esta relação de parceria com o Semanário.

O jornal é um exemplo para que as demais empresas da região possam ter a mesma atitude do jornal em adotar canteiros, praças e rotatórias como o fez na esquina das ruas Idas da Silva e Imperador.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme, Dário Barreto, visita o jornal Semanário da Zona Norte

Na tarde de segunda-feira, dia 3 de setembro, o subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme esteve na sede do jornal, em visita informal.

Na ocasião, foram debatidos diversos assuntos relacionados à região bem como o balanço de sua gestão, investimentos para o próximo ano, a importância da parceria entre empresários da região, o recapeamento e sinalização das principais vias que compreendem o território, o plano de ação voltado para o combate à dengue na região, a parceria entre o órgão e a Polícia Militar do Estado de São Paulo para acabar com os pancadões na região, e sobretudo o aniversário de 106 anos da Vila Guilherme a ser comemorado no dia 12 de setembro.  

Dario Barreto também parabenizou o jornal pela doação e plantio de mudas de plantas na junção das ruas Ida da Silva, Imperador e Catarina Camacho, primeiro veículo de comunicação a tomar este tipo de atitude na região. 

Confira a entrevista do subprefeito Dário José Barreto ao jornal Semanário da Zona Norte.

JSZN: Conte-nos um pouco sobre a sua vida, formação, até a sua chegada à Prefeitura de São Paulo.

Dário Barreto: Minha formação profissional é advogado, sou também corretor de imóveis, empresário do setor imobiliário. Trabalhei durante 20 anos na área jurídica e 15 com escritório imobiliário na Vila Maria e no final de 2016, fui convidado para ser subprefeito da Vila Maria/Vila Guilherme. Desde o dia 1º de janeiro de 2017 venho exercendo o cargo na prefeitura regional, hoje subprefeitura.   

JSZN: Quais foram as principais ações realizadas pela Subprefeitura da Vila Maria/Vila Guilherme durante a sua gestão?

Dário Barreto: A atribuição principal da subprefeitura é cuidar da zeladoria, lógico que nunca deixamos de lado a moradia, cultura, esporte e saúde. Mesmo não sendo oficialmente da nossa pasta, é na subprefeitura onde chegam as demandas, ou seja, somos a porta de entrada das solicitações dos munícipes. As principais ações, além da zeladoria, foram tentar parcerias com empresários e a iniciativa privada para adoção de praças e recuperação de equipamentos esportivos. Por exemplo, existe no Parque do Trote uma licitação em aberto para a concessão do espaço. Estamos sempre atentos com essas parcerias e com tudo o que acontece no território, mesmo não sendo diretamente ligado à nossa pasta.  A questão da zeladoria é atribuição primordial da subprefeitura, onde estamos engajados e tentando cada vez mais melhorar.

JSZN: Quais são as principais reivindicações da população?

Dário Barreto: As principais reivindicações apresentadas pela população são problemas relacionados ao barulho e descarte irregular de lixo. Além dos bares e bailes funks, o grande problema da região são os pancadões. Temos um problema crônico que é na Rua Tenente Amaro, no Parque Novo Mundo, e no Jardim Julieta, no Terminal de Cargas, mas em conjunto com a Polícia Militar tentamos sempre estar antecipando as ações. É necessário coibir o comércio irregular, a Prefeitura, juntamente com a Polícia Militar, tenta ocupar o espaço antes para que não ocorram os eventos. Há muitas comunidades nessa situação, tentamos mapear esses locais e implantar ações conjuntas com a PM e a comunidade local para evitar que ocorra o problema.

JSZN: Como conscientizar a população?

Dário Barreto: Nós pedimos à nova empresa de limpeza urbana contratada, ações mais fortes na questão da conscientização. Muitas vezes o munícipe não sabe que o lixo descartado está sendo jogado de forma irregular na rua.  Ele não tem consciência de que o material descartado, seja um móvel ou restos de uma obra, pode ir para a rua atrás da casa dele  ou parar num ponto viciado de descarte. A conscientização é, se você vai descartar seu lixo, leve o material a um ecoponto mais próximo ou tente contratar alguém que vai realmente seguir com esse material para um local regular. Nós temos três ecopontos, um em cada distrito, Vila Maria, Vila Guilherme e Vila Medeiros.   

JSZN: A Prefeitura possui alguma ação no sentido de aumentar a coleta de lixo reciclável, pois hoje temos uma grande carência?

Dário Barreto: Nós estamos com a AMLURB-Autoridade Municipal de Limpeza Urbana – e estamos tentando implementar o descarte reciclável de materiais de construção civil, o local deve ser na Vila Maria.  

JSZN: E quanto às vias preferenciais da Vila Maria e Vila Guilherme? Elas serão sinalizadas da mesma forma que foi sinalizada a Avenida Curuça?

Dário Barreto: A Rua Curuça entrou no programa de recapeamento da Prefeitura. Nós recapeamos as ruas Padre Saboia de Medeiros e  Gustavo Adolfo, na Vila Medeiros, a Rua Henrique Felipe da Costa, na Vila Guilherme e  recapeamos e sinalizamos a Rua Curuça, na Vila Maria.  As próximas ruas a serem  recapeadas e sinalizadas serão a Maria Cândida e a Chico Pontes. A previsão é para os próximos dias.

JSZN: Quais são os planos de investimentos para o próximo ano na Subprefeitura Vila Maria/Vila Guilherme?

Dário Barreto: O orçamento é votado no mês de outubro e os investimentos serão praticamente os mesmos do ano passado. Estamos buscando para a nossa região emendas parlamentares, já solicitamos a alguns vereadores.  Hoje, temos na Vila Maria, em torno de 1,5 milhão a 2 milhões de reais em emendas parlamentares, espero que nos próximos anos os vereadores possam indicar o nosso território para que venha mais recursos, em especial para limpeza de córregos e recuperação de praças.

JSZN: Qual a importância da parceria com os empresários da região para manter os pontos viciados em paisagens diferenciadas? O que fazer?

Dário Barreto: Nós temos alguns pontos que são rotatórias e viram locais de descarte de lixos. Conseguimos com um setor de transporte que nos ajudou com algumas rotatórias, foram cinco revitalizadas. Empresários da região também estão interessados nessa revitalização em rotatórias, além do programa de praças, temos 34 adotadas e mais alguns processos em andamento na subprefeitura. Essa parceria é fundamental para o desenvolvimento da cidade e o retorno desses empresários é quanto à publicidade que eles têm na praça.

JSZN: Um dos grandes problemas da população durante o verão é a dengue. Algum plano de ação que a Subprefeitura da Vila Maria/Vila Guilherme está preparando para esta época do ano?

Dário Barreto: Estamos com o Comitê da Dengue que envolve não só a subprefeitura mas também a Supervisão de Vigilância Sanitária e a Secretaria Municipal da Saúde, ou seja, várias secretarias. Já estamos com várias ações sendo desenvolvidas pela Vigilância Sanitária em combate ao mosquito da dengue e os escorpiões. No ano passado, tivemos 16 casos de dengue enquanto que em 2016 teve 5 mil. Temos que continuar esse trabalho para que não tenhamos foco de dengue no nosso território. É de extrema importância a conscientização porque o foco está sempre naquele vaso de planta, num pneu ou resto de material de construção instalado no quintal do morador. É muito importante, inclusive com relação aos  escorpiões, devemos estar sempre atentos à limpeza no interior das residências.

JSZN: No dia 12 de setembro, a Vila Guilherme completa 106 anos de fundação, qual mensagem o Sr. deixa para os munícipes da região?

Dário Barreto: É sempre uma satisfação e alegria fazer parte desta gestão e deste território da Vila Guilherme, bairro tradicional, pujante e estratégico aqui na cidade de São Paulo. Um bairro que tem história, os moradores são enraizados na Vila Guilherme. Locais históricos como o Casarão da Vila Guilherme, a Praça Oscar da Silva e a Avenida Joaquina Ramalho. A Vila Guilherme possui grandes centros comerciais como o Shopping Center Norte que ajudou no desenvolvimento da região. O bairro faz parte da história da cidade de São Paulo.   

JSZN: Qual a importância de um veículo de comunicação voltado para o bairro, como é o Semanário, divulgar as ações da subprefeitura?

Dário Barreto: Eu sempre tive uma boa relação  com a imprensa, principalmente com a mídia local. E o jornal Semanário da Zona Norte, é um veículo de apoio ao cidadão, uma porta aberta para que cheguem as demandas e as soluções. Temos uma relação de amigo e muito próxima com todos os veículos de comunicação da Zona Norte, em especial com o jornal Semanário através do seu diretor João Carlos Dias que tem me ajudado muito, divulgado o trabalho da subprefeitura. Ele me orienta em diversas questões tais como situações e problemas que já existem há muito tempo.

O Semanário tem sido um parceiro da Subprefeitura Vila Maria/Vila Guilherme, agradeço essa parceria, não só ao João Carlos, mas também a toda sua equipe que tem me ajudado com o trabalho. O ideal do jornal é a atribuição dele como veículo de comunicação, de trazer melhoria para a população, em especial na região onde ele atua, tenho que agradecer esta relação de parceria com o Semanário.

O jornal é um exemplo para que as demais empresas da região possam ter a mesma atitude do jornal em adotar canteiros, praças e rotatórias como o fez na esquina das ruas Idas da Silva e Imperador.

Publicidade