SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Semanário da Zona Norte

Conheça a nossa história

Um veículo de comunicação que nasceu para servir e evidenciar a Zona Norte

 

Fundado em abril de 1999, o jornal Semanário da Zona Norte nasceu com o sonho de dedicar-se aos problemas e encontrar soluções para a melhoria de vida da população que reside na Zona Norte de São Paulo. Seu fundador, João Carlos Dias, dedica-se, mesmo antes da fundação do jornal, ao compromisso com esse povo, que requer tanta atenção, mas que vive com a alegria de quem não conhece os percalços, apesar de ser umas das áreas mais politizadas da cidade de São Paulo.

Evidenciando as qualidades da Zona Norte, sem deixar de cobrar por providências das prefeituras locais, o jornal Semanário da Zona Norte, assim como João Carlos Dias, são independentes, apartidários, sem vínculos religioso, respondendo apenas pelo que for melhor para a Zona Norte.

Hoje, com uma ascensão ainda crescente, distribui cerca de 20 mil exemplares semanalmente cobrindo toda a  Zona Norte, abrangendo prédios, bancas de jornais e revistas, clubes esportivos, padarias de grande circulação, nas quais o leitor pode encontrar leitura certa em suas páginas.

O jornal Semanário da Zona Norte é um veículo de comunicação que vem conquistando o respeito da população, primordial para seu diretor João Carlos Dias, e de órgãos representativos da sociedade, como Assembleia Legislativa, Câmara Municipal, Prefeitura, assim como as Forças Armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha),  Segurança Pública, Justiça comum/Justiça Federal e Ministério Público.

Inclusive, o jornal Semanário da Zona Norte, na pessoa de seu diretor-responsável João Carlos Dias, recebeu diversas honrarias de Rotary Clubs, Clubes de Lions, Exército, Pama/SP, maçonaria, Polícia Militar, CPOR/SP e muitas outras homenagens que ficaram registradas na história deste veículo de comunicação em face a seus projetos de divulgação do que há de bom na sociedade da Zona Norte de São Paulo.

Neste caso, é impossível separar a obra do criador, pois João Carlos Dias dedica a vida pelo bem da Zona Norte, usando como instrumento o jornal Semanário da Zona Norte, veículo que tem como marcas a ética, a credibilidade, a seriedade e a competência, vistas neste empresário que merece o que o jornal tem alcançado.

 

Distribuição

 

Periodicidade: Semanal (sextas-feiras)

Tiragem: 20.000 exemplares

Distribuído em 82 bairros da Zona Norte, dentre os quais podemos destacar: Santana, Tucuruvi, Vila Mazzei, Jardim Cabuçu, Água Fria, Jardim Tremembé, Jardim São Paulo, Jardim França, Vila Albertina, Parada Inglesa, Vila Gustavo, Vila Medeiros, Casa Verde, Parque Edu Chaves, Vila Nilo, Vila Ede, Vila Nivi, Fazendinha, Santa Terezinha, Alto do Mandaqui, Imirim, Limão, Vila Maria, Carandiru, Vila Guilherme, Brasilândia, Jaçanã, Parque Novo Mundo, Freguesia do Ó, Pirituba, Vila Nova Cachoeirinha, Lauzane Paulista, Horto Florestal, Conjunto dos Bancários, Santa Inês, Pedra Branca, Jardim Peri e Vila Sabrina e Belenzinho.

 

Resultados

 

Do total da tiragem distribuimos para 350 bancas de jornais, 250 prédios de apartamentos, maiores empresários da Zona Norte, correio, agências, colaboradores, algumas padarias e drograrias estratégicas e de grande movimento, Câmara Municipal, sede da Prefeitura, Palácio do Governo e Assembleia Legislativa.

Todo esse trabalho é fundamental, pois mais importante que ter 20.000 exemplares distribuídos, é ter 20.000 exemplares lidos. Estima-se hoje, que cada exemplar do Semanário tem em média 4 leitores, o que leva seu anúncio a um universo de 80.000 leitores por edição.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Semanário da Zona Norte

Um veículo de comunicação que nasceu para servir e evidenciar a Zona Norte

 

Fundado em abril de 1999, o jornal Semanário da Zona Norte nasceu com o sonho de dedicar-se aos problemas e encontrar soluções para a melhoria de vida da população que reside na Zona Norte de São Paulo. Seu fundador, João Carlos Dias, dedica-se, mesmo antes da fundação do jornal, ao compromisso com esse povo, que requer tanta atenção, mas que vive com a alegria de quem não conhece os percalços, apesar de ser umas das áreas mais politizadas da cidade de São Paulo.

Evidenciando as qualidades da Zona Norte, sem deixar de cobrar por providências das prefeituras locais, o jornal Semanário da Zona Norte, assim como João Carlos Dias, são independentes, apartidários, sem vínculos religioso, respondendo apenas pelo que for melhor para a Zona Norte.

Hoje, com uma ascensão ainda crescente, distribui cerca de 20 mil exemplares semanalmente cobrindo toda a  Zona Norte, abrangendo prédios, bancas de jornais e revistas, clubes esportivos, padarias de grande circulação, nas quais o leitor pode encontrar leitura certa em suas páginas.

O jornal Semanário da Zona Norte é um veículo de comunicação que vem conquistando o respeito da população, primordial para seu diretor João Carlos Dias, e de órgãos representativos da sociedade, como Assembleia Legislativa, Câmara Municipal, Prefeitura, assim como as Forças Armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha),  Segurança Pública, Justiça comum/Justiça Federal e Ministério Público.

Inclusive, o jornal Semanário da Zona Norte, na pessoa de seu diretor-responsável João Carlos Dias, recebeu diversas honrarias de Rotary Clubs, Clubes de Lions, Exército, Pama/SP, maçonaria, Polícia Militar, CPOR/SP e muitas outras homenagens que ficaram registradas na história deste veículo de comunicação em face a seus projetos de divulgação do que há de bom na sociedade da Zona Norte de São Paulo.

Neste caso, é impossível separar a obra do criador, pois João Carlos Dias dedica a vida pelo bem da Zona Norte, usando como instrumento o jornal Semanário da Zona Norte, veículo que tem como marcas a ética, a credibilidade, a seriedade e a competência, vistas neste empresário que merece o que o jornal tem alcançado.

 

Distribuição

 

Periodicidade: Semanal (sextas-feiras)

Tiragem: 20.000 exemplares

Distribuído em 82 bairros da Zona Norte, dentre os quais podemos destacar: Santana, Tucuruvi, Vila Mazzei, Jardim Cabuçu, Água Fria, Jardim Tremembé, Jardim São Paulo, Jardim França, Vila Albertina, Parada Inglesa, Vila Gustavo, Vila Medeiros, Casa Verde, Parque Edu Chaves, Vila Nilo, Vila Ede, Vila Nivi, Fazendinha, Santa Terezinha, Alto do Mandaqui, Imirim, Limão, Vila Maria, Carandiru, Vila Guilherme, Brasilândia, Jaçanã, Parque Novo Mundo, Freguesia do Ó, Pirituba, Vila Nova Cachoeirinha, Lauzane Paulista, Horto Florestal, Conjunto dos Bancários, Santa Inês, Pedra Branca, Jardim Peri e Vila Sabrina e Belenzinho.

 

Resultados

 

Do total da tiragem distribuimos para 350 bancas de jornais, 250 prédios de apartamentos, maiores empresários da Zona Norte, correio, agências, colaboradores, algumas padarias e drograrias estratégicas e de grande movimento, Câmara Municipal, sede da Prefeitura, Palácio do Governo e Assembleia Legislativa.

Todo esse trabalho é fundamental, pois mais importante que ter 20.000 exemplares distribuídos, é ter 20.000 exemplares lidos. Estima-se hoje, que cada exemplar do Semanário tem em média 4 leitores, o que leva seu anúncio a um universo de 80.000 leitores por edição.

Publicidade