SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Visita

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo visita à sede do jornal Semanário da Zona Norte

Na manhã de terça-feira, dia 9 de novembro, o jornal Semanário da  Zona Norte recepcionou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo visita à sede do jornal Semanário da Zona Norte
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na manhã de terça-feira, dia 9 de novembro, o diretor do jornal Semanário da  Zona Norte, João Carlos Dias, recepcionou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desembargador Waldir Nuevo Campos Junior. Ele estava  acompanhado do vice-presidente e corregedor regional eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia. 
Na ocasião, ambos  abordaram vários temas, entre eles, o papel  do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo sobre o combate às fraudes nas eleições, a propaganda eleitoral dos candidatos nas redes sociais, o balanço de sua gestão, as perspectivas para as eleições de  2022. Além de falar sobre a  importância  das mídias regionais.
Acompanhe na íntegra a entrevista do presidente do TRE-SP, desembargador Waldir Nuevo Campos Junior.
JSZN: Qual a principal função do Tribunal Regional Eleitoral?
Desembargador Nuevo:  A principal função da Justiça Eleitoral é fazer a gestão da  disputa  eleitoral desde o alistamento até a realização das eleições e a diplomação dos candidatos, passando pela fiscalização da campanha eleitoral e julgando as ações e representações eleitorais. Não se pode esquecer também que é função da Justiça Eleitoral desenvolver ações de cidadania, como por exemplo a  ação brilhante que está sendo feita pelo Tribunal Superior Eleitoral  (TSE) em conjunto com os Tribunais Regionais de combate a desinformação  em parceria, inclusive, com todas as plataformas digitais.  
JSZN: Como funcionam os serviços eleitorais prestados pelo TRE? Há alguma inovação prevista que possa melhorar os serviços realizados?
Desembargador Nuevo: A grande inovação na administração da Justiça Eleitoral, principalmente por conta da pandemia, é o trabalho remoto que inclusive está para ser regulamentado.  Dessa  forma foi possível  enfrentar os momentos difíceis da pandemia e criar um novo sistema de trabalho que permite uma atenção maior e mais profícua a todos os eleitores. 
JSZN: Agilizar o atendimento é uma das prioridades? 
Desembargador Nuevo: Agilizar o atendimento sempre foi uma de nossas prioridades,  e tudo o que fazemos é nesse sentido. E como foi dito anteriormente, o trabalho remoto permite uma atuação muito mais profícua. 
JSZN: Como evitar fraudes nas urnas eletrônicas?
Desembargador Nuevo: Quanto às urnas eletrônicas, creio eu que os dados da realidade demonstram  com suficiência a credibilidade e a segurança do sistema. Se olharmos para os pleitos de 2018 e 2020 a conclusão a que chegamos é que a segurança e a certeza do sistema se fazem presentes, ou seja, a sua transparência. Em 2018, renovamos mais  de 50% do Congresso Nacional. Políticos tradicionais, por diversos motivos, inclusive, não perceberam que a propaganda migrou de forma importante para a internet e, não conseguiram se eleger.  
Esses políticos tradicionais em parte não se reelegeram, e gente muito nova que nunca tinha desenvolvido atividade política ingressou no Congresso Nacional. Pela segunda vez, em pouco mais de 25 anos de urna eletrônica, o Governo Federal mudou radicalmente de mãos. Se o sistema fosse controlável, nada disso teria acontecido. Isso sem falar nas diversas auditorias que nós temos, inclusive aquela realizada no dia da eleição, que é conhecida como apuração paralela. 
JSZN: Como o TRE-SP está agindo no combate às fake News?
Desembargador Nuevo:   O combate às fake news tem que ser plural . É evidente que temos que ter uma legislação e soluções rigorosas do Tribunal Superior Eleitoral com punição rigorosa para aqueles que disseminam a desinformação. Mas nós só conseguiremos um resultado profícuo se houver uma autuação plural como a que o TSE está realizando com a participação e parceria das próprias  mídias sociais. Ou seja, todos  caminhando para uma regulação adequada e de uma educação mediática que permita ao eleitor separar a boa informação da má informação.   
JSZN: Como o eleitor pode se proteger,  ser induzido a erro e obter informações confiáveis sobre os candidatos?
Desembargador Nuevo:   A postura do eleitor invariavelmente deve ser de cautela perante as redes sociais. Como a informação, através desses veículos,  ocorre em tempo real, os filtros normais que podem evitar a desinformação acabam não atuando. O próprio eleitor deve ter uma postura adequada e  cautelosa, verificando nos meios de comunicação se determinadas informações estão sendo reproduzidas e se há uma fonte confiável  ou isolada para que ele possa ter noção da credibilidade  da informação  que está chegando até ele através de qualquer mídia social. 
JSZN: Qual foi o seu principal desafio na gestão do TRE?
Desembargador Nuevo:   O principal desafio da minha gestão foi a administração da Justiça Eleitoral em tempos de pandemia.  Aprendemos uma nova forma de trabalhar, acabamos melhorando significativamente  o trabalho remoto que é uma realidade que veio para ficar e que vai nos auxiliar muito no atendimento, principalmente do eleitor. 
JSZN: Quais as metas alcançadas nessa gestão?
Desembargador Nuevo:   As metas sempre buscadas são de melhoria da gestão. E essas metas foram todas praticamente alcançadas em nossa gestão.  A pandemia,  principalmente  com a nova forma de trabalhar,  promoveu uma economia importante e permitiu o atendimento de demandas importantes da Justiça Eleitoral, inclusive no que tange à segurança nos nossos meios de trabalho através da internet.
JSZN: Gostaria de ter feito mais alguma coisa? O que seria?
Desembargador Nuevo: É evidente  que sempre se quer fazer muito mais do que foi possível . Mas a nossa gestão, apesar da pandemia, foi extremamente  profícua . Aqui ressalto a aprovação de um projeto de lei que criou cargos e funções para Justiça Eleitoral de São Paulo para permitir a sua reorganização administrativa. Foi um trabalho profícuo que se iniciou há duas gestões atrás.  Outros presidentes trabalharam nesse sentido, e foi possível na  nossa gestão encontrar a conjuntura politica favorável que permitiu obtermos o sucesso na criação desses cargos e funções.  
JSZN: Qual a recomendação o Sr deixa para o eleitor?
Desembargador Nuevo:  A recomendação ao eleitor são as mesmas que fizemos às vésperas da eleição passada. Ou seja,  atenção na hora de votar e  na escolha dos candidatos. Hoje existem plataformas sociais públicas e privadas  que permitem a  verificação do curriculum e trajetória de cada um. É  possível saber com antecedência as circunstâncias e condições pessoais  de cada candidato para que possa escolher com responsabilidade. Evidentemente, o leitor deve ter cuidado com  as fake news, além disso atenção com as questões sanitárias. 
JSZN: Segundo o TSE, o disparo em massa se enquadra como uso indevido de meios de comunicação, passando a incluir o ecossistema da internet em condutas de abuso. O senhor concorda?
Desembargador Nuevo:  As denominadas mídias sociais, as redes sociais, sem dúvida, constituem nova forma de comunicação social. Por sua capilaridade, são muito mais abrangentes que os meios tradicionais (televisão, rádio e jornal) e, o que é mais importante, transmitem informações em tempo real, o que torna muito mais complexa a atuação de qualquer espécie de filtro para garantir a qualidade da informação. Assim, constituem uma importante porta aberta à potencialização da desinformação (“fake news”), fenômeno recorrente nas disputas eleitorais, e, nessa medida, qualquer que seja a situação jurídica reconhecida, em relação a essa nova forma de comunicação social, precisam de estreito controle, dado seu expressivo potencial para comprometer a legitimidade da disputa eleitoral. Portanto, o disparo em massa de desinformação (“fake news”), pode perfeitamente ser considerado como abuso de meio de comunicação social e, em alguns casos, poderá constituir abuso do poder econômico. A verdade é que vivemos e estamos expostos numa praça digital que precisa de regras (regulação normativa e autorregulação - o combate à desinformação deve ser plural), sem prescindirmos da indispensável educação midiática, o que demanda ações públicas e privadas, que estão em curso.
JSZN: Os votos obtidos por candidatos negros e mulheres à Câmara de Deputados terão peso duplicado no cálculo de distribuição dos fundos partidário e eleitoral, o senhor acha que tal medida ajudará a coibir a chamada candidatura de “mulheres laranjas”?
Desembargador Nuevo:  Esta alteração da regra de financiamento eleitoral, certamente, terá sua importância para ajudar a evitar distorções. No entanto, além da fiscalização, ações de capacitação de eleitores e candidatos são imprescindíveis.
JSZN: Deputados federais, estaduais, distritais e vereadores poderão deixar o partido pelo qual foram eleitos sem perder o mandato, caso a legenda concorde com a saída. O  senhor entende como positiva essa flexibilização?
Desembargador Nuevo:  Essa transmigração não pode ser tida como negativa, desde que respeitadas as regras vigentes, em especial, as que dizem respeito à fidelidade e à democracia interna dos partidos.
JSZN: As coligações de partidos para as eleições de deputado e vereador não voltarão a ser permitidas. Mas a Lei 14.208 permite que partidos políticos criem federações partidárias – um novo dispositivo legal que permite que as legendas se unam e atuem como se fossem uma única agremiação partidária. O que distingue a coligação partidária das federações partidárias?
Desembargador Nuevo:  A grande diferença consiste no fato de que a união dos partidos permanecerá durante o curso do mandato eletivo, o que exigirá maior atenção em sua constituição.
JSZN: Qual a importância das mídias regionais, em especial do jornal Semanário da Zona Norte? 
Desembargador Nuevo:  As mídias regionais têm uma importância diferenciada  no âmbito eleitoral como também no âmbito social, econômico e  politico,  pois trata de questões locais de maneira particularizada  e informal de maneira mais profícua.  Aqui fica nossos agradecimentos  pelo trabalho realizado  pelo Semanário da Zona Norte. 
Encontro em homenagem ao desembargador reúne autoridades e convidados 
O evento na sede do jornal Semanário da  Zona Norte recebeu convidados e autoridades para homenagear o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, desembargador Waldir Nuevo Campos Junior.
Na oportunidade, o diretor João Carlos Dias agradeceu a todos pela presença e prestígio ao jornal que há 22 anos leva informação de qualidade à população, especialmente da Zona Norte  de São Paulo. 
Abaixo alguns depoimentos de autoridades que destacaram a importância do evento em apresentar  novas lideranças  para a população. 
Para o deputado estadual Campos Machado, “o João Carlos Dias é uma figura ímpar, pois há anos ele promove este tipo de evento. O João aproxima autoridades importantes do povo. Para mim é gratificante participar deste encontro promovido pelo jornal Semanário da Zona Norte.  As autoridades são gente como a gente, e isso é fundamental, pois são pessoas simples que a maioria da população nem imagina encontrar. Esse trabalho do jornal é fundamental para mostrar que as autoridades são pessoas normais como nós somos”. 
Já para o jurista e professor José Renato Nalini “é muito importante que o periódico como o jornal Semanário da Zona Norte, que é tão bem capitaneado pelo João Carlos Dias, faça essa aproximação para que a comunidade conheça o presidente do TRE-SP Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior e o vice – presidente  Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia. São duas figuras muito respeitadas na magistratura de São Paulo e do Brasil. E o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo terá uma tarefa hercúlea para presidir as eleições de 2022. Então, é fundamental que a população tenha a consciência sobre o lema da entidade que é uma gloria para a justiça brasileira e está em mãos seguras, honradas e eruditas, e muito eficientes para administrar toda as dificuldades como vai ser a eleição 2022. O ano que vem será emblemático e muito importante para todo o Brasil e o Semanário estará ali prestigiando todas essas atividades”. 
De acordo com a vereador Edir Sales, “o Semanário da Zona Norte é um dos principais jornais da região, pois traz personalidades marcantes para a cidade de São Paulo. Hoje homenageando o presidente do TRE-SP, Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior que tem feito um trabalho maravilhoso. Então, essa homenagem prestada por ele é mais do que justa”. 
Já  o major brigadeiro Sérgio Mello, assessor do comandante do COMGAP enalteceu o trabalho do Semanário da Zona Norte. “O João Carlos Dias é uma pessoa diferenciada que consegue trazer e unir pessoas de todos os matizes e instituições para que de uma forma amistosa e amigável possamos confraternizar. Hoje, temos a oportunidade de homenagear o  presidente do TRE-SP, Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior. O João está de parabéns, pois é uma pessoa muito iluminada”.
Para Clovis Santinon,  presidente do Tribunal de Justiça Militar em São Paulo, “o  João Carlos Dias, através do Semanário da Zona Norte, sempre destaca grandes autoridades, e  hoje a homenagem é para uma autoridade realmente significativa que tem uma trajetória vinda dos bancos escolares da Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Uma carreira excepcional na magistratura chegando ao cargo de presidente do TRE-SP. Ele em termos de docência se compara aos grandes mestres da Academia como o desembargador  Hermes Pinotti que recentemente faleceu e demais que passaram pela entidade e seguem  o mesmo caminho. É uma homenagem justa de uma pessoa que tem um trabalho excepcional no Poder Judiciário do Estado de São Paulo”. 
Presente no encontro, o  desembargador Paulo Dimas Mascaretti, destacou a relevância do evento promovido pelo Semanário da Zona Norte. “Sempre que possamos trazer a um evento uma personalidade pública ou alguém que está atuando em prol do bem comum, é fundamental principalmente pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido. Nosso querido João Carlos é um cavalheiro que acolhe pessoas e divulga boas informações. Hoje está enaltecendo um grande homem público que faz um excelente trabalho no  Tribunal regional Eleitoral. É um prazer estar aqui hoje homenageando o presidente  Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior e também o vice -presidente, que em breve irá substitui-lo  no TRE-SP, desembargador Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia. 

Currículos
Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior
Formação: Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Católica de Santos (UNISANTOS).
Trajetória: Iniciou sua carreira na magistratura no ano de 1983. Foi Juiz Substituto nas comarcas de Presidente Prudente e Jaboticabal. Na sequência, foi titular das comarcas de Cananéia, Pereira Barreto e Guarulhos. Exerceu também o cargo de Juiz Auxiliar da Capital e foi removido em 1999 para ser Juiz Substituto em Segundo Grau de São Paulo.
Ademais, foi Presidente da Comissão de Segurança Pessoal e de Defesa das Prerrogativas dos Magistrados do Estado de São Paulo e da 10ª Câmara Criminal Extraordinária do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ/SP).
Waldir de Nuevo Campos Júnior atuou como Juiz Efetivo do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP) durante os biênios de 2005//2007 e 2007/2009, reassumindo o cargo em 2017. Exerceu os cargos de vice-presidente e corregedor regional eleitoral (2018/2019) e é o atual presidente da Corte eleitoral paulista.

Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia
Formação: Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), sua formação inclui ainda Pós-Graduação em Direito Processual Civil pela Universidade de Taubaté (Unitau) e Mestrado em Direito das Relações Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).
Trajetória: Ingressou na magistratura em 1985, quando foi nomeado Juiz Substituto da 34ª Circunscrição Judiciária, com sede em Piracicaba. Judiciou também nas comarcas de Bananal, Pindamonhangaba, Taubaté e Capital. Tornou-se Juiz Substituto em Segundo Grau em 2009 e foi alçado ao posto de Desembargador em 2013.
Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia atuou como Juiz Efetivo do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP) de 2011 a 2013 e como desembargador substituto de 2016 a 2019.
Atualmente exerce os cargos de vice-presidente e corregedor regional eleitoral do Tribunal.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!