SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Exército Brasileiro homenageia general Adhemar da Costa Machado Filho com medalha Herói de 32

O Alto Comando do Exército Brasileiro realizou no último dia 4

O Alto Comando do Exército Brasileiro realizou no último dia 4, na sede do Comando Militar do Sudeste, a cerimônia de entrega da Medalha ‘João da Costa Machado – Herói de 32’, para o general Adhemar da Costa Machado Filho.

A medalha foi oficializada pelo Decreto nº 62.819, de 4 de setembro de 2017, e instituída pelo Núcleo MMDC ‘Sargento João da Costa Machado’ de Ribeirão Preto e pela Sociedade Veteranos de 32 e tem por objetivo galardoar autoridades civis e militares que tenham prestado relevantes serviços a uma ou mais das entidades, como Polícia Militar do Estado de São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, Forças Armadas Brasileiras, população paulista, entre outras.

Para o general Adhemar da Costa Machado Filho, essa homenagem ‘foi emocionante, não só para mim, mas também para toda a minha família, que através deste ato, pôde relembrar um pouco da nossa história, do meu pai e do meu avô.  Gostaria de agradecer ao juiz Ricardo Monte Serrat, que por iniciativa própria, criou essa medalha, e que através disso, toda a sociedade ficará sabendo a história e os feitos de um cidadão brasileiro simples, corajoso, humilde, e que teve um lugar de destaque pela sua contribuição no conflito de 1932 e também, ao diretor do Semanário da Zona Norte, João Carlos Dias, que sempre nos prestigiou e nos recebeu com todo o carinho”.

Para o juiz de Direto e fundador do Núcleo MMDC de Ribeirão Preto, Ricardo Monte Serrat, “o evento é de maior importância, pois o sargento foi instrutor do Tiro de Guerra de Ribeirão Preto, de 1911 a 1932, e durante este período, ele não só formou, como também deu instrução militar a uma grande quantidade de jovens da região, e que juntos foram a combate durante a Revolução de 1932. O sargento acabou se unindo ao Exército Constitucionalista e se destacou não só pela participação, como também por sua escolha, de ficar do lado certo, do lado que buscava uma nova constituição, do lado do respeito e da legalidade. Porém, ele acabou pagando um alto preço por isso. Embora não tenha morrido em combate, ao final da luta, ele foi excluído do Exército juntamente com todos os sargentos, subtenentes e oficiais. Sua família acabou passando necessidade, e ele que já era casado, e já tinha um filho, precisou contar com a ajuda e o socorro de amigos, especialmente de um cunhado. Portanto, ele é um herói, é ligado a Ribeirão Preto e é o patrono do Núcleo. Por isso, a entrega desta medalha na sede do Comando do Sudeste, que abrange todas as unidades das quais ele serviu durante o serviço ativo, é muito significativa. É como se este ato marcasse o retorno do sargento Machado para a casa dele, Exército Brasileiro”. 

Para o atual presidente do núcleo MMDC de Ribeirão Preto, Paulo Motta Monte Serrat, “essa cerimônia marca uma data muito importante, uma homenagem justa ao general Adhemar, não só pelo seu trabalho, mas também por sua história. É uma emoção indescritível para todos os envolvidos”.

O general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira destacou que “a cerimônia foi um marco para o Exército Brasileiro, que premiou o neto de um herói. Além disso, o Adhemar possui uma bela história de luta de glórias conosco. E nós, temos essa cultura, de reconhecermos os nossos heróis, e quem nos representou com dignidade, lealdade e respeito”.

“Essa medalha é muito representativa para nós, pois é um símbolo de um herói, o sargento João da Costa Machado, foi na época, um instrutor de tiro de guerra, e participou ativamente da Revolução de 1932. Para nós, do Exército essa premiação tem um valor inestimável. É um orgulho”, finaliza o coronel e presidente da Sociedade Veteranos de 1032, Mário Fonseca Ventura. 

O ex-secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, “o general Adhemar sempre foi uma pessoa muito amiga, muito sensata, que me apoiou muito durante a minha gestão. Tenho por ele, uma profunda admiração, e esta é uma homenagem justa. Além disso, estou feliz, não só por rever o amigo, mas também em participar de uma cerimônia deste porte”.

Maria Luiza Daledone Machado, irmã do homenageado, general Adhemar da Costa Machado Filho e neta do sargento João da Costa Machado, “essa é uma homenagem que me deixa muito feliz e emocionada. Além disso, é uma oportunidade de rever grandes amigos que o meu irmão deixou aqui, e que por extensão virei amiga. Além disso, é muito gratificante voltar a São Paulo. Hoje moro em Brasília, porém sou paulista de Caçapava. É sempre bom voltar aqui”, conta.

 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Exército Brasileiro homenageia general Adhemar da Costa Machado Filho com medalha Herói de 32

O Alto Comando do Exército Brasileiro realizou no último dia 4, na sede do Comando Militar do Sudeste, a cerimônia de entrega da Medalha ‘João da Costa Machado – Herói de 32’, para o general Adhemar da Costa Machado Filho.

A medalha foi oficializada pelo Decreto nº 62.819, de 4 de setembro de 2017, e instituída pelo Núcleo MMDC ‘Sargento João da Costa Machado’ de Ribeirão Preto e pela Sociedade Veteranos de 32 e tem por objetivo galardoar autoridades civis e militares que tenham prestado relevantes serviços a uma ou mais das entidades, como Polícia Militar do Estado de São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, Forças Armadas Brasileiras, população paulista, entre outras.

Para o general Adhemar da Costa Machado Filho, essa homenagem ‘foi emocionante, não só para mim, mas também para toda a minha família, que através deste ato, pôde relembrar um pouco da nossa história, do meu pai e do meu avô.  Gostaria de agradecer ao juiz Ricardo Monte Serrat, que por iniciativa própria, criou essa medalha, e que através disso, toda a sociedade ficará sabendo a história e os feitos de um cidadão brasileiro simples, corajoso, humilde, e que teve um lugar de destaque pela sua contribuição no conflito de 1932 e também, ao diretor do Semanário da Zona Norte, João Carlos Dias, que sempre nos prestigiou e nos recebeu com todo o carinho”.

Para o juiz de Direto e fundador do Núcleo MMDC de Ribeirão Preto, Ricardo Monte Serrat, “o evento é de maior importância, pois o sargento foi instrutor do Tiro de Guerra de Ribeirão Preto, de 1911 a 1932, e durante este período, ele não só formou, como também deu instrução militar a uma grande quantidade de jovens da região, e que juntos foram a combate durante a Revolução de 1932. O sargento acabou se unindo ao Exército Constitucionalista e se destacou não só pela participação, como também por sua escolha, de ficar do lado certo, do lado que buscava uma nova constituição, do lado do respeito e da legalidade. Porém, ele acabou pagando um alto preço por isso. Embora não tenha morrido em combate, ao final da luta, ele foi excluído do Exército juntamente com todos os sargentos, subtenentes e oficiais. Sua família acabou passando necessidade, e ele que já era casado, e já tinha um filho, precisou contar com a ajuda e o socorro de amigos, especialmente de um cunhado. Portanto, ele é um herói, é ligado a Ribeirão Preto e é o patrono do Núcleo. Por isso, a entrega desta medalha na sede do Comando do Sudeste, que abrange todas as unidades das quais ele serviu durante o serviço ativo, é muito significativa. É como se este ato marcasse o retorno do sargento Machado para a casa dele, Exército Brasileiro”. 

Para o atual presidente do núcleo MMDC de Ribeirão Preto, Paulo Motta Monte Serrat, “essa cerimônia marca uma data muito importante, uma homenagem justa ao general Adhemar, não só pelo seu trabalho, mas também por sua história. É uma emoção indescritível para todos os envolvidos”.

O general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira destacou que “a cerimônia foi um marco para o Exército Brasileiro, que premiou o neto de um herói. Além disso, o Adhemar possui uma bela história de luta de glórias conosco. E nós, temos essa cultura, de reconhecermos os nossos heróis, e quem nos representou com dignidade, lealdade e respeito”.

“Essa medalha é muito representativa para nós, pois é um símbolo de um herói, o sargento João da Costa Machado, foi na época, um instrutor de tiro de guerra, e participou ativamente da Revolução de 1932. Para nós, do Exército essa premiação tem um valor inestimável. É um orgulho”, finaliza o coronel e presidente da Sociedade Veteranos de 1032, Mário Fonseca Ventura. 

O ex-secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, “o general Adhemar sempre foi uma pessoa muito amiga, muito sensata, que me apoiou muito durante a minha gestão. Tenho por ele, uma profunda admiração, e esta é uma homenagem justa. Além disso, estou feliz, não só por rever o amigo, mas também em participar de uma cerimônia deste porte”.

Maria Luiza Daledone Machado, irmã do homenageado, general Adhemar da Costa Machado Filho e neta do sargento João da Costa Machado, “essa é uma homenagem que me deixa muito feliz e emocionada. Além disso, é uma oportunidade de rever grandes amigos que o meu irmão deixou aqui, e que por extensão virei amiga. Além disso, é muito gratificante voltar a São Paulo. Hoje moro em Brasília, porém sou paulista de Caçapava. É sempre bom voltar aqui”, conta.

 

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Publicidade