SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Geral

Registro Civil das Pessoas Naturais e a Quarta Revolução Industrial é tema de livro

Registro Civil das Pessoas Naturais e a Quarta Revolução Industrial é tema de livro
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O livro com artigos de Registradores Civis das Pessoas Naturais foi lançado na Enoteca Salton, com a presença dos autores e dos coordenadores e também esteve presente o corregedor geral da Justiça eleito para o biênio 2022-2023, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia. 

A obra é a delegação extrajudicial mais próxima à população, pois é a responsável pela lavratura dos assentos de nascimento, casamento e óbito, situações pelas quais todos os humanos passam.

Recentemente, a importância dessa atividade estatal exercida por particulares concursados e sob severa fiscalização do Poder Judiciário, foi reconhecida com o advento da lei que os considerou “Ofícios da Cidadania”.

As modernas Tecnologias da Comunicação e da Informação transformaram a operacionalidade dos Registros Públicos, mostrando que eficiência e modernização residem no horizonte dos delegatários. O Consórcio formado por empresas da mídia que orientaram a política da vacinação durante a pandemia só foi exitoso e se tornou possível, porque os registradores civis permaneceram em sua trincheira, fornecendo os dados necessários ao planejamento e execução do plano de imunização nacional. 

O presidente da ARPEN-SP, – Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de São Paulo, Gustavo Renato Fiscarelli, foi um dos co-autores da obra e usou da palavra, para agradecer a presença de todos. Também usaram da palavra um dos coordenadores, o desembargador José Renato Nalini, que é também Reitor da Uniregistral, a Universidade Corporativa dos Registradores Imobiliários de São Paulo e o novo corregedor geral da Justiça, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia.

Desembargadores Afonso de Barros Faro e Maria Fernanda Rodovalho, magistrados como Déborah Ciocci, Aline Aparecida Miranda, Maria de Fátima Costa e Silva com o Rodolfo Costa e Silva, Josué Modesto dos Passos, Fernando Pavlovsky, Alberto Gentil de Almeida Pedroso, Marcelo Benacchio, Valéria Lagrasta, foram prestigiar o Coordenador Juiz Ricardo Felício Scaff, que também se tornara Mestre pela Escola de Direito da FGV naquela semana. 

Os autores que participaram da obra são: Aline Dias de França, Alison Cleber Francisco, Ana Paula Goyos Browne, André Luiz Pancioni, Andreia Rzzante Gagliardi, Daniela Silva Mróz, Eliana Lorenzato Marconi, Érica Barbosa e Silva, Gustavo Renato Fiscarelli, Júlia Cláudia R. da Cunha Mota, Kareen Zanotti De Munno, Karine Maria Famer Rocha Boselli, Luis Carlos Vendramini Júnior, Marcelo Salaroli de Oliveira, Milena Guerreiro, Oscar Paes de Almeida Filho, que mereceu menção especial nos discursos, Patrícia Gasperini Faria Saliba, Raquel Silva Cunha Brunetto, Renata H.F.Camargo Viana, Ricardo Custódio e Rui Gustavo Camargo Viana. 

Dentre muitos advogados e professores que prestigiaram o lançamento, lá estavam Gustavo Ungaro, Presidente da OAB de Jundiaí, Daniela Magalhães, Glauco Gumerato Ramos, Wilson Levy, Coordenador do Curso de Gestão de Cidades da UNINOVE, João Baptista de Freitas Nalini, Vinicius Vieira, o editor da Quartier Latin que publicou a obra e muita gente mais.

Comentários:

+ Lidas

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Semanário ZN no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar
Anunciante 039

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!