SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Política

Podemos Mulher reúne em São Paulo lideranças femininas de todo o país com Sergio e Rosângela Moro

Podemos Mulher reúne em São Paulo lideranças femininas de todo o país com Sergio e Rosângela Moro
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

“Queremos que este encontro seja mais um marco das iniciativas de todas as mulheres que estão engajadas no Podemos”. A fala é da presidente nacional do Podemos Mulher, Márcia Pinheiro, que reuniu ontem (sábado, 12/03) em São Paulo cerca de 800 pessoas em evento com as presenças do pré-candidato a presidente da República, Sergio Moro e sua esposa, Rosangela Moro, da presidente nacional e deputada federal, Renata Abreu, e da presidente estadual Mulher SP, Alessandra Algarin.

Para Márcia, o Brasil passa por uma crise nunca vista: uma crise de valores, que precisam ser resgatados para que uma nova direção seja apontada. “E essa responsabilidade está em nossas mãos, mulheres como nós, que todos os dias da nossa vida enfrentamos e rompemos barreiras, em todas as áreas da sociedade”, disse a presidente nacional do Podemos Mulher.

Presente ao evento, Rosangela Moro disse que a força das mulheres é a razão que as une. “Força que a sociedade nos exige, mas, ao mesmo tempo, não nos reconhece como iguais”.
Emocionada, a deputada federal Renata Abreu reconheceu o empenho das mulheres de todo o País e fez um breve relato da trajetória política do Podemos, que iniciou a construção de um partido do zero e hoje é a terceira maior bancada no Senado. 

“A gente sabe o que foi chegar até aqui. Vocês me dão uma força enorme para ir adiante, com pessoas que eu acredito”, disse a presidente nacional do Podemos. 

Renata homenageou as lideranças femininas, em nome da Márcia, que tem se desdobrado para levar a mensagem do Podemos a todo Brasil, enquanto Alessandra faz esse trabalho no Estado de São Paulo. 

“Tenho de parabenizar vocês pela coragem neste momento em que o Brasil tanto precisa”. Renata também reforçou a importância do trabalho de Rosangela com as APAEs e na defesa de crianças com doenças raras.

A presidente nacional do Podemos explicou o que a levou ao lançamento da pré-candidatura de Moro, defendendo uma proposta de equilíbrio. 
“Chega de briga. Estamos cansados de polêmicas de extremos. E ainda assistimos a novas narrativas de um ex-presidente que deu com uma mão e tirou com a outra. Fala que de inocência quando vemos gente devolvendo R$ 6 bilhões de reais e dizendo na Justiça ‘sim, a gente pagou propina’”, disse. “Não é o Sergio que precisa de nós. Somos nós que precisamos de Sergio Moro presidente da República”, concluiu a deputada federal.

Ao usar a fala, Moro fez um chamado às mulheres. “Nós precisamos valorizar mais o papel da mulher na sociedade. E a gente precisa dar exemplo: Fico muito feliz em estar em um partido que é presidido por uma mulher. Isso é motivo de orgulho”, disse o presidenciável. 

“Precisamos mais de mulheres candidatas. As pessoas de bem precisam ocupar mais espaços, mais mulheres no governo federal, estadual e municipal”, concluiu o pré-candidato, que voltou a defender o nome de Renata Abreu para o governo, rompendo o “Clube do Bolinha” em São Paulo. “Você olha todos os candidatos e acaba não vendo diferença”, disse Moro. 

Por fim, a presidente estadual Mulher SP, Alessandra Algarin, afirmou que “uma sociedade verdadeira justa e democrática passa por mulheres ocupando os espaços políticos e de poder”. A dirigente paulista fez questão de destacar o Projeto de Lei de Renata Abreu, que destina 5% do fundo nacional de segurança ao combate à violência contra a mulher, aprovado no dia 8 de março.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!