SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Colunistas

Melancolia

Colunista Marco Antonio Garcia

Melancolia
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Você está triste ou depressivo, observe bem, pois pode ser melancolia. 
Melancolia é mais que tristeza e menos que depressão, é um estado de tristeza profunda e duradoura que não passa e muito ligada ao passado é um luto sem perda, com apatia generalizada sem animo para nada, com nostalgia, irritabilidade, angustia, com apegos a situações e pessoas do passado com sofrimento constante, com choros e lamentações pela vida, com sentimentos de culpa sem motivos. 
A ansiedade é constante podendo ter TOC, com perda de apetite, insônia, desanimo, tedio, apatia e um vazio profundo. 
A melancolia é muito antiga, desde os tempos de Hipócrates, que dizia ser a bile negra. 
Muitas pessoas com talento artístico têm suas criatividades em situações de melancolia com intuição e empatia, criando musicas, peças teatrais e filmes. 
Como amenizar a melancolia?
Fazendo atividades físicas moderadas, boa alimentação, relaxamento e meditação, participando de grupos, evitando se isolar, conversando sobre o assunto, procurando ajuda profissional ou ate precisando de medicamentos.
O sofrimento faz parte da nossa vida e do amadurecimento humano, mas viver em sofrimento não é saudável, devemos nos libertar do sofrimento, caso contrario seremos escravos de nós mesmo.  Devemos desviar o foco da angustia e dos pensamentos negativos, para boas lembranças que tivermos ou queremos ter.
A vida deve ser lembrada pelos bons momentos que tivemos, como numa boa viagem, em um bom relacionamento, um bom encontro entre amigos ou familiares.
Ter mais esperança, que nunca deve morrer, acreditando em você e ter fé, que vai melhorar. 
O passado já passou e não podemos muda-lo, mas podemos mudar o futuro através do presente.
Ter amor próprio e não individualismo, com equilíbrio, sabedoria e racionalidade. 
Sentir saudade é bom, mas sem carência ou sentimento de perda, ciúme e luto constante.
Viva a vida e sinta-se importante e seja feliz.


Marco Antonio Garcia
Psicólogo e psicoterapeuta

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!