SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Dia Mundial do Lions Clube - 10 de outubro

Fundada em 1917, conta com 1,3 milhão de homens e mulheres em 200 países e regiões

 

Em 10 de outubro é celebrado o Dia Mundial do Lions Clube. Os Leões formam uma rede internacional com 1,3 milhão de homens e mulheres em 200 países e regiões, trabalhando juntos para responder às necessidades que desafiam comunidades em todo o mundo. Conhecidos por seu trabalho pelo fim da cegueira evitável, os Leões participam de uma imensa variedade de projetos importantes para suas comunidades. Esses projetos variam da limpeza de parques locais até o fornecimento de suprimentos para vítimas de desastres naturais. Fundada em 1917, a Associação de Lions Clubes já proporcionou a milhões de pessoas no mundo inteiro a oportunidade de retribuir às suas comunidades. Visualize a revista LQ (Lions Quarterly Video Magazine) na Rede de Notícias do Lions para ver como o Lions continua a fazer a diferença todos os dias e em todos os lugares.

História

A Associação Internacional de Lions Clubes nasceu como o sonho de um empresário de Chicago chamado Melvin Jones. Ele acreditava que os clubes comerciais locais deveriam expandir seus horizontes de preocupações puramente profissionais para o bem-estar das comunidades e do mundo como um todo. O grupo de Jones, o Business Circle of Chicago, concordava com ele. Após contato com grupos semelhantes nos Estados Unidos, uma reunião organizacional foi realizada em 7 de junho de 1917 em Chicago, Illinois, EUA. O novo grupo adotou o nome de um dos grupos convidados, a “Associação de Lions Clubes”, e uma convenção nacional foi realizada em Dallas, Texas, EUA, em outubro do mesmo ano. Um estatuto, regulamentos, objetivos e um código de ética foram aprovados. Entre os objetivos adotados naqueles primeiros anos figurava um que expressava: “Nenhum clube deverá ter como meta o desenvolvimento financeiro de seus sócios”. Esse apelo ao serviço altruísta continua sendo uma das principais doutrinas da associação. Apenas três anos após sua formação, a associação tornou-se internacional com o estabelecimento do primeiro clube no Canadá, em 1920. A expansão internacional continuou com a fundação de novos clubes, especialmente na Europa, Ásia e África, nas décadas de 1950 e 1960.

Em 1925, Helen Keller discursou na Convenção Internacional do Lions em Cedar Point, Ohio, EUA. Ela desafiou os Leões a se tornarem “paladinos dos cegos na cruzada contra a escuridão”. Desde então, os Lions Clubes têm se envolvido ativamente no atendimento aos cegos e aos deficientes visuais. Ao ampliar sua atuação internacional, o Lions Clubs International ajudou as Nações Unidas a constituir as seções de organizações não governamentais, em 1945, e continua mantendo sua posição de caráter consultivo junto à ONU. Em 1990, o Lions lançou sua mais agressiva campanha para a conservação da visão, o SightFirst. O programa de US$ 202 milhões luta para livrar o mundo de problemas de cegueira evitáveis e reversíveis, apoiando serviços de atendimento médico aos extremamente necessitados. Além dos Programas de Visão, o Lions Clubs International tem o compromisso de oferecer serviços aos jovens. Os Lions Clubes também trabalham para melhorar o meio ambiente, construir casas para os deficientes, apoiar a conscientização acerca da diabetes, realizar programas auditivos e, por meio de sua fundação, oferecer auxílio às vítimas de catástrofes em todo o mundo. O Lions Clubs International cresceu tanto que hoje possui 1,3 milhão de sócios, homens e mulheres, em aproximadamente 45.000 clubes localizados em 200 países e regiões.

Sócios

Como sócio de um Lions Clube, você pode:

• Fazer a diferença todos os dias em sua comunidade. Seja oferecendo apoio local ou estendendo as mãos internacionalmente, você terá uma oportunidade de servir.

• Fazer parte de uma organização mundial realizando projetos comunitários e humanitários.

• Crescer pessoal e profissionalmente, participando de nossos programas, projetos e eventos de serviço comunitário.

• Compreender melhor e causar impacto em questões humanitárias locais e internacionais.

• Desenvolver relacionamentos com líderes comunitários e empresários locais e internacionais.

• Ter acesso a descontos e serviços para sócios.

A afiliação a um Lions Clube se dá por meio de convite de um clube local. Se você estiver interessado em se tornar um sócio,utilize o Localizador de Clubes para entrar em contato com um Lions Clube local. Informe ao clube local que você tem interesse em se afiliar e que gostaria de participar de uma reunião para obter mais informações. Após a reunião, solicite a um dos sócios um formulário de inscrição

Serviços assistenciais

Em todo o mundo, os Lions Clubes são reconhecidos pelos serviços prestados aos cegos e deficientes visuais. Esses serviços tiveram início quando Helen Keller desafiou os Leões a se tornarem “paladinos dos cegos na cruzada contra a escuridão”, durante a convenção do Lions Clubs International de 1925. Hoje, o Lions estende o seu compromisso de conservação da visão através de incontáveis esforços locais, assim como através do programa internacional SightFirst e do Dia Mundial da Visão do Lions, uma parceria global com órgãos das Nações Unidas, organizações oftalmológicas e filantrópicas e profissionais da área de saúde, realizado na segunda quinta-feira do mês de outubro, para aumentar a conscientização da necessidade de erradicar a cegueira. O Lions também coleta e recicla óculos para distribuição em países em desenvolvimento durante todo o ano e especialmente em maio, que é o mês do Programa Leonístico Reciclagem em Prol da Visão. Além disso, o Lions tem um firme compromisso com os jovens, através de programas de desenvolvimento juvenil. O Lions também trabalha para melhorar o meio ambiente, construir casas para os deficientes, apoiar a conscientização acerca da diabetes, realizar programas auditivos e, por meio de sua fundação, oferecer auxílio às vítimas de catástrofes em todo o mundo. Com base em um relatório recente sobre os Lions Clubes do mundo todo, estima-se que cada clube doe US$ 9.900 para causas beneficentes, totalizando US$ 449 milhões. A cada ano, os sócios do Lions Clubs International oferecem aproximadamente 76 milhões de horas de serviço voluntário, o que equivale a 36.500 pessoas trabalhando em tempo integral durante um ano inteiro.

Programas de visão

Em 1990, o Lions criou o SightFirst, arrecadando US$ 143 milhões para combater as principais causas de cegueira evitável e reversível. Esse programa inédito é um trabalho conjunto de voluntários do Lions, especialistas em prevenção à cegueira, organizações e governos. O SightFirst: realizou mais de 7,1 milhões de cirurgias de catarata; construiu ou ampliou 213 hospitais oftalmológicos; apoiou mais de 80 milhões de tratamentos para a prevenção da oncocercose; melhorou o atendimento oftalmológico em 90 países em todo o mundo. Em 2005, o Lions lançou a Campanha SightFirst II com o objetivo de angariar pelo menos US$ 150 milhões para continuar e expandir o extraordinário trabalho do SightFirst.

Os Lions Clubes apóiam outras atividades relacionadas à visão: oferecem 600.000 exames gratuitos de glaucoma e tornam possíveis 25.000 transplantes de córnea a cada ano; implantam e apóiam a maioria dos bancos de olhos do mundo, centenas de clínicas, hospitais e centros de pesquisa oftalmológica por todo o mundo; coletam anualmente mais de 30 milhões de pares de óculos que são distribuídos gratuitamente aos necessitados de países em desenvolvimento; oferecem exames, óculos e óculos de proteção esportiva a atletas através do programa Paraolimpíadas: Abrindo os Olhos, promovido pelo Lions Clubs International; oferecem gratuitamente tratamento oftalmológico de qualidade, óculos, máquinas Braile, textos impressos em letras grandes, bengalas brancas e cães de guia a milhares de pessoas a cada ano.

Melvin Jones

Melvin Jones nasceu em 13 de janeiro de 1879 em Fort Thomas, Arizona, EUA, filho de um capitão do Exército dos Estados Unidos que comandava uma tropa de soldados. Mais tarde, seu pai foi transferido e sua família mudou-se para o leste. Quando rapaz, Melvin Jones viveu em Chicago, Illinois, EUA, tornou-se sócio de uma companhia de seguros e, em 1913, formou sua própria agência. Logo juntou-se ao Business Circle, um grupo de empresários que se reunia para almoços, e em pouco tempo foi eleito secretário. Esse grupo era apenas mais um dentre tantos outros que, naquela época, se dedicavam exclusivamente a promover os interesses financeiros dos seus associados. Devido à sua oferta limitada, esses grupos estavam fadados a desaparecer. Melvin Jones, entretanto, tinha outros planos. “E se esses homens que são bem-sucedidos devido à sua iniciativa, inteligência e ambição, pusessem seu talento para trabalhar em benefício de suas comunidades?”, indagou Melvin Jones. Assim, mediante seu convite, representantes de clubes masculinos reuniram-se em Chicago para fundar uma organização com tal finalidade em 7 de junho de 1917, e assim nasceu o Lions Clubs International.

Com o tempo, Melvin Jones abandonou sua agência de seguros para dedicar-se em tempo integral ao Lions, na Sede Internacional em Chicago. Foi sob sua liderança dinâmica que o Lions Clubs conquistou o prestígio necessário para atrair sócios com consciência cívica. O fundador da associação também foi reconhecido como líder fora dela. Uma de suas grandes honrarias deu-se em 1945, quando representou o Lions Clubs International como um conselheiro em São Francisco, Califórnia, EUA, na Organização das Nações Unidas. Melvin Jones, o homem cujo código pessoal “Você não irá muito longe enquanto não começar a fazer algo por outra pessoa” tornou-se um princípio orientador para pessoas com senso de coletividade no mundo todo, morreu em 1º de junho de 1961, aos 82 anos de idade.

Declaração de missão

Criar e fomentar um espírito de compreensão entre todos os povos com relação às necessidades humanitárias, fornecendo serviços voluntários por meio de envolvimento comunitário e cooperação internacional.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Dia Mundial do Lions Clube - 10 de outubro

 

Em 10 de outubro é celebrado o Dia Mundial do Lions Clube. Os Leões formam uma rede internacional com 1,3 milhão de homens e mulheres em 200 países e regiões, trabalhando juntos para responder às necessidades que desafiam comunidades em todo o mundo. Conhecidos por seu trabalho pelo fim da cegueira evitável, os Leões participam de uma imensa variedade de projetos importantes para suas comunidades. Esses projetos variam da limpeza de parques locais até o fornecimento de suprimentos para vítimas de desastres naturais. Fundada em 1917, a Associação de Lions Clubes já proporcionou a milhões de pessoas no mundo inteiro a oportunidade de retribuir às suas comunidades. Visualize a revista LQ (Lions Quarterly Video Magazine) na Rede de Notícias do Lions para ver como o Lions continua a fazer a diferença todos os dias e em todos os lugares.

História

A Associação Internacional de Lions Clubes nasceu como o sonho de um empresário de Chicago chamado Melvin Jones. Ele acreditava que os clubes comerciais locais deveriam expandir seus horizontes de preocupações puramente profissionais para o bem-estar das comunidades e do mundo como um todo. O grupo de Jones, o Business Circle of Chicago, concordava com ele. Após contato com grupos semelhantes nos Estados Unidos, uma reunião organizacional foi realizada em 7 de junho de 1917 em Chicago, Illinois, EUA. O novo grupo adotou o nome de um dos grupos convidados, a “Associação de Lions Clubes”, e uma convenção nacional foi realizada em Dallas, Texas, EUA, em outubro do mesmo ano. Um estatuto, regulamentos, objetivos e um código de ética foram aprovados. Entre os objetivos adotados naqueles primeiros anos figurava um que expressava: “Nenhum clube deverá ter como meta o desenvolvimento financeiro de seus sócios”. Esse apelo ao serviço altruísta continua sendo uma das principais doutrinas da associação. Apenas três anos após sua formação, a associação tornou-se internacional com o estabelecimento do primeiro clube no Canadá, em 1920. A expansão internacional continuou com a fundação de novos clubes, especialmente na Europa, Ásia e África, nas décadas de 1950 e 1960.

Em 1925, Helen Keller discursou na Convenção Internacional do Lions em Cedar Point, Ohio, EUA. Ela desafiou os Leões a se tornarem “paladinos dos cegos na cruzada contra a escuridão”. Desde então, os Lions Clubes têm se envolvido ativamente no atendimento aos cegos e aos deficientes visuais. Ao ampliar sua atuação internacional, o Lions Clubs International ajudou as Nações Unidas a constituir as seções de organizações não governamentais, em 1945, e continua mantendo sua posição de caráter consultivo junto à ONU. Em 1990, o Lions lançou sua mais agressiva campanha para a conservação da visão, o SightFirst. O programa de US$ 202 milhões luta para livrar o mundo de problemas de cegueira evitáveis e reversíveis, apoiando serviços de atendimento médico aos extremamente necessitados. Além dos Programas de Visão, o Lions Clubs International tem o compromisso de oferecer serviços aos jovens. Os Lions Clubes também trabalham para melhorar o meio ambiente, construir casas para os deficientes, apoiar a conscientização acerca da diabetes, realizar programas auditivos e, por meio de sua fundação, oferecer auxílio às vítimas de catástrofes em todo o mundo. O Lions Clubs International cresceu tanto que hoje possui 1,3 milhão de sócios, homens e mulheres, em aproximadamente 45.000 clubes localizados em 200 países e regiões.

Sócios

Como sócio de um Lions Clube, você pode:

• Fazer a diferença todos os dias em sua comunidade. Seja oferecendo apoio local ou estendendo as mãos internacionalmente, você terá uma oportunidade de servir.

• Fazer parte de uma organização mundial realizando projetos comunitários e humanitários.

• Crescer pessoal e profissionalmente, participando de nossos programas, projetos e eventos de serviço comunitário.

• Compreender melhor e causar impacto em questões humanitárias locais e internacionais.

• Desenvolver relacionamentos com líderes comunitários e empresários locais e internacionais.

• Ter acesso a descontos e serviços para sócios.

A afiliação a um Lions Clube se dá por meio de convite de um clube local. Se você estiver interessado em se tornar um sócio,utilize o Localizador de Clubes para entrar em contato com um Lions Clube local. Informe ao clube local que você tem interesse em se afiliar e que gostaria de participar de uma reunião para obter mais informações. Após a reunião, solicite a um dos sócios um formulário de inscrição

Serviços assistenciais

Em todo o mundo, os Lions Clubes são reconhecidos pelos serviços prestados aos cegos e deficientes visuais. Esses serviços tiveram início quando Helen Keller desafiou os Leões a se tornarem “paladinos dos cegos na cruzada contra a escuridão”, durante a convenção do Lions Clubs International de 1925. Hoje, o Lions estende o seu compromisso de conservação da visão através de incontáveis esforços locais, assim como através do programa internacional SightFirst e do Dia Mundial da Visão do Lions, uma parceria global com órgãos das Nações Unidas, organizações oftalmológicas e filantrópicas e profissionais da área de saúde, realizado na segunda quinta-feira do mês de outubro, para aumentar a conscientização da necessidade de erradicar a cegueira. O Lions também coleta e recicla óculos para distribuição em países em desenvolvimento durante todo o ano e especialmente em maio, que é o mês do Programa Leonístico Reciclagem em Prol da Visão. Além disso, o Lions tem um firme compromisso com os jovens, através de programas de desenvolvimento juvenil. O Lions também trabalha para melhorar o meio ambiente, construir casas para os deficientes, apoiar a conscientização acerca da diabetes, realizar programas auditivos e, por meio de sua fundação, oferecer auxílio às vítimas de catástrofes em todo o mundo. Com base em um relatório recente sobre os Lions Clubes do mundo todo, estima-se que cada clube doe US$ 9.900 para causas beneficentes, totalizando US$ 449 milhões. A cada ano, os sócios do Lions Clubs International oferecem aproximadamente 76 milhões de horas de serviço voluntário, o que equivale a 36.500 pessoas trabalhando em tempo integral durante um ano inteiro.

Programas de visão

Em 1990, o Lions criou o SightFirst, arrecadando US$ 143 milhões para combater as principais causas de cegueira evitável e reversível. Esse programa inédito é um trabalho conjunto de voluntários do Lions, especialistas em prevenção à cegueira, organizações e governos. O SightFirst: realizou mais de 7,1 milhões de cirurgias de catarata; construiu ou ampliou 213 hospitais oftalmológicos; apoiou mais de 80 milhões de tratamentos para a prevenção da oncocercose; melhorou o atendimento oftalmológico em 90 países em todo o mundo. Em 2005, o Lions lançou a Campanha SightFirst II com o objetivo de angariar pelo menos US$ 150 milhões para continuar e expandir o extraordinário trabalho do SightFirst.

Os Lions Clubes apóiam outras atividades relacionadas à visão: oferecem 600.000 exames gratuitos de glaucoma e tornam possíveis 25.000 transplantes de córnea a cada ano; implantam e apóiam a maioria dos bancos de olhos do mundo, centenas de clínicas, hospitais e centros de pesquisa oftalmológica por todo o mundo; coletam anualmente mais de 30 milhões de pares de óculos que são distribuídos gratuitamente aos necessitados de países em desenvolvimento; oferecem exames, óculos e óculos de proteção esportiva a atletas através do programa Paraolimpíadas: Abrindo os Olhos, promovido pelo Lions Clubs International; oferecem gratuitamente tratamento oftalmológico de qualidade, óculos, máquinas Braile, textos impressos em letras grandes, bengalas brancas e cães de guia a milhares de pessoas a cada ano.

Melvin Jones

Melvin Jones nasceu em 13 de janeiro de 1879 em Fort Thomas, Arizona, EUA, filho de um capitão do Exército dos Estados Unidos que comandava uma tropa de soldados. Mais tarde, seu pai foi transferido e sua família mudou-se para o leste. Quando rapaz, Melvin Jones viveu em Chicago, Illinois, EUA, tornou-se sócio de uma companhia de seguros e, em 1913, formou sua própria agência. Logo juntou-se ao Business Circle, um grupo de empresários que se reunia para almoços, e em pouco tempo foi eleito secretário. Esse grupo era apenas mais um dentre tantos outros que, naquela época, se dedicavam exclusivamente a promover os interesses financeiros dos seus associados. Devido à sua oferta limitada, esses grupos estavam fadados a desaparecer. Melvin Jones, entretanto, tinha outros planos. “E se esses homens que são bem-sucedidos devido à sua iniciativa, inteligência e ambição, pusessem seu talento para trabalhar em benefício de suas comunidades?”, indagou Melvin Jones. Assim, mediante seu convite, representantes de clubes masculinos reuniram-se em Chicago para fundar uma organização com tal finalidade em 7 de junho de 1917, e assim nasceu o Lions Clubs International.

Com o tempo, Melvin Jones abandonou sua agência de seguros para dedicar-se em tempo integral ao Lions, na Sede Internacional em Chicago. Foi sob sua liderança dinâmica que o Lions Clubs conquistou o prestígio necessário para atrair sócios com consciência cívica. O fundador da associação também foi reconhecido como líder fora dela. Uma de suas grandes honrarias deu-se em 1945, quando representou o Lions Clubs International como um conselheiro em São Francisco, Califórnia, EUA, na Organização das Nações Unidas. Melvin Jones, o homem cujo código pessoal “Você não irá muito longe enquanto não começar a fazer algo por outra pessoa” tornou-se um princípio orientador para pessoas com senso de coletividade no mundo todo, morreu em 1º de junho de 1961, aos 82 anos de idade.

Declaração de missão

Criar e fomentar um espírito de compreensão entre todos os povos com relação às necessidades humanitárias, fornecendo serviços voluntários por meio de envolvimento comunitário e cooperação internacional.

Publicidade