SEMANÁRIO ZONA NORTE - JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO NA ZONA NORTE

Notícias Política

Campos Machado declara apoio de campistas a Rodrigo Garcia ao governo de SP

Deputado Campos Machado, presidente estadual do Avante, vai seguir um caminho diferente, nas eleições de 2022

Campos Machado declara apoio de campistas a Rodrigo Garcia ao governo de SP
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Deputado Campos Machado, presidente estadual do Avante, vai seguir um caminho diferente, nas eleições de 2022, do seu principal aliado há 30 anos, o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido).

Após o ex-governador anunciar a possível chapa com o ex-presidente Lula(PT), com ele como vice, Campos declarou seu apoio à pré-candidatura do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) ao governo do Estado.

Defensor durante décadas do chamado “alckimismo”, Campos, que sempre foi o principal parceiro político de Geraldo Alckmin, mesmo optando por um caminho diferente, manterá o discurso  e as posições de sempre, só que, agora, definidas pela expressão que melhor define o seu grupo político, o “campismo”:

“A posição que tomei não tem volta . Não mudei de lado, o que acontece é que grande parte dos alckmistas não aceita o acordo feito por ele com Lula. As pessoas comentam que não irão votar na chapa Lula e Alckmin, mas que ficarão ao meu lado”, disse Campos que ainda explicou seu apoio a Rodrigo Garcia (PSDB).

“Isso me deu um ânimo novo para ajudar o Rodrigo a ganhar a eleição. Ele reúne todas as condições para ser, neste momento, o melhor candidato a governador”, continuou o deputado.

Nos últimos anos Campos e Gilberto Kassab (presidente nacional do PSD) prepararam a campanha de Geraldo para governador. “Tenho uma ligação fraternal com Alckmin, de mais de 30 anos. Nos últimos anos, me uni com Gilberto Kassab, que é um político sério, hábil e decente, e começamos a trabalhar a campanha dele para governador. Então, o Geraldo veio umas 50 vezes em meu escritório político e consegui trazer muita gente para a campanha, muitos filiados que estavam no meu antigo partido”, disse Campos.

Segundo o deputado tudo mudou em dezembro, quando Alckmin não quis mais ser candidato:

“Em meados de dezembro, em uma reunião conosco, Geraldo disse que não tinha mais vontade de ser candidato a governador. Disse para mim e para o Kassab, explicando que queria promover uma união nacional para a disputa da Presidência. Eu o questionei sobre sua história, mas senti que ele não queria dar a resposta naquele momento. Depois dessa reunião, não me disse mais nada”, contou Campos.

O deputado ainda cobrou um esclarecimento de Geraldo: “Acho que merecia ter ouvido do próprio Geraldo”, diz, ao explicar o apoio a Rodrigo Garcia na disputa para o governo do Estado:

“O Rodrigo Garcia tem o mesmo perfil que o de Geraldo: pessoa simples, discreta, de família, coerente, que não é intempestiva, nem agressiva ou radical. Disse a ele que tinha certeza de que poderíamos caminhar juntos e falei da minha convicção de que esse grupo que me acompanha no Avante virá junto. E ter esse grupo é fundamental para ganhar a eleição. Em síntese, a decisão está tomada, que é apoiar Rodrigo Garcia até a vitória final”.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!